Segunda-feira, 2 de Fevereiro de 2009

Importante - 'Homejacking' provoca reunião de emergência

Insegurança. O Gabinete Coordenador de Segurança esteve reunido de emergência para definir estratégias de combate aos assaltos violentos a residências. A reunião aconteceu na quinta-feira, após as forças de segurança reconhecerem que este crime aumentou, sobretudo no Grande Porto e Algarve

O secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, Mário Mendes, convocou uma reunião de emergência na passada quinta-feira, do Gabinete Coordenador de Segurança para definir estratégias de combate ao homejacking - assaltos violentos a residências com os moradores lá dentro. O aumento deste crimes, principalmente na zona do Grande Porto e Algarve, está a preocupar as polícias que querem avançar com medidas e prevenção.

Neste gabinete, presidido pelo juiz conselheiro Mário Mendes, estiveram todos os dirigentes máximos das forças de segurança e dos serviços de informação: o secretário-geral do Sistema de Informação, Júlio Pereira, os directores nacionais da Polícia Judiciária, Almeida Rodrigues, da PSP, Oliveira Pereira, do SEF, Manuel Palos, e ainda o comandante-geral da GNR, Nélson Santos.

Esta foi a primeira reunião de emergência do gabinete criado em Agosto do ano passado - um órgão de assessoria e consulta para a coordenação técnica e operacional da actividade das forças e dos serviços de segurança, funcionando na directa dependência do ministro da Administração Interna. Todos estiveram de acordo quanto à necessidade de organizar uma campanha de prevenção, com um conjunto de medidas que as pessoas devem tomar para não facilitar a entrada de criminosos nas suas casas.

Durante o encontro, ficou decidido que os chefes das polícias irão dirigir e coordenar os esforços para a investigação criminal, bem como para os avisos de prevenção à população. A reunião serviu igualmente para diagnosticar o modus operandi do casos de homejacking, que aponta para uma criminalidade grupal organizada e com uma grande capacidade de mobilidade por todo País. "Já houve, por exemplo, um caso em que o mesmo grupo que assaltou uma casa em Cascais de manhã, foi depois identificado a assaltar outra em Gaia, à tarde", explicou fonte policial

Mas, apesar da maior incidência no Norte e Sul do País, o homejacking não é um fenómeno exclusivo do Grande Porto e da região algarvia. Nos últimos seis meses, a directoria da P J de Lisboa registou nos últimos seis meses 58 assaltos à mão armada a casas particulares. Na maioria dos casos, os assaltantes planeiam o roubo ao pormenor, vigiando as habitações e estudando os hábitos de vida dos moradores. Segundo fontes policiais, há cada vez mais situações em que os ladrões actuam de madrugada, com os moradores a dormir. Entram nas habitações e, só quando são surpreendidos, é que recorrem à violência.

Embora ainda não existam dados estatísticos, este novo fenómeno da criminalidade assumiu maior importância após o caso de Domingos Paciência, o treinador da Académica, cuja mulher e os três filhos estiveram a 17 de Janeiro sequestrados num quarto da casa da família, em Leça da Palmeira. Este crime, pela sua mediatização, causou algum alarme social, aumentando o sentimento de insegurança e, por isso, o secretário--geral de Segurança Interna, entendeu ser preciso tomar medidas urgentes. | Com KÁTIA CATULO

in http://dn.sapo.pt

 

por VALENTINA MARCELINO

publicado por paulozananar às 09:35
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2008

Importante - Investigadora portuguesa eleita membro da Organização Europeia de Biologia Molecular

   A bióloga portuguesa Cecília Arraiano foi hoje eleita membro vitalício da Organização Europeia de Biologia Molecular (EMBO), uma distinção com "sabor especial" por ser um reconhecimento internacional da carreira científica que desenvolve em Portugal.

"É uma distinção que sempre desejei", disse a investigadora ao comentar a sua eleição. Além disso, "traz um sabor especial por ser um reconhecimento internacional da carreira que tenho feito no ITQB (Instituto de Tecnologia Química e Biologia, da Universidade Nova de Lisboa em Oeiras)", acrescentou.

"No meu país tenho tido muitas dificuldades na minha carreira e são os especialistas estrangeiros quem de facto me têm dado mais valor", afirmou.

Cecília Arraiano foi eleita pelos membros da EMBO por nomeação proposta por Claudina Rodrigues-Pousada, do ITQB, com o apoio de Cláudio Dunkel, do IBMC (Porto) e de vários cientistas europeus. Torna-se assim o sétimo português a pertencer à organização, que conta entre os seus membros 45 prémios Nobel.

Ao saudar hoje a sua eleição, juntamente com as de outros 58 cientistas de vários países, Hermann Bujard, director da EMBO, disse que estes investigadores "contribuíram significativamente para o avanço das ciências da vida moleculares".

Licenciada em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (1982) e doutorada em Genética pela Universidade da Geórgia (EUA), Cecília Arraiano é responsável por um grupo de investigação no ITQB que estuda o papel da maturação e degradação do ARN (ácido ribonucleico) na regulação da expressão génica.

O ARN é um parente do ADN (ácido desoxirribonucleico), a molécula com que se escrevem os genes.

"Nos últimos anos a investigação sobre ARN tem sido considerada prioritária por se ter descoberto que através dele se podem curar doenças e até modificar o património genético", disse a cientista.

A sua equipa estuda actualmente a acção de ribonucleases (enzimas que degradam o ARN) em colaboração com parceiros internacionais, contribuindo para um maior conhecimento deste mecanismo regulador da expressão génica.

Já em 2006, uma equipa de investigadores de que fazia parte Cecília Arraiano publicou na revista Nature um trabalho que desvendava a estrutura tridimensional da ribonuclease II, o que permitiu entender melhor o seu funcionamento.

As actividades da EMBO, fundada em 1964, são financiadas pela Conferência Europeia de Biologia Molecular, uma organização intergovernamental que inclui 27 países e a que Portugal aderiu em 1993, passando desde então a contribuir para o seu orçamento de funcionamento.

Esta adesão permite beneficiar de acesso a bolsas para investigadores, de financiamento para a organização de cursos e seminários, de um prémio anual para jovens cientistas e de apoio na avaliação de projectos de investigação.

 

in www.sapo.pt por Lusa

publicado por paulozananar às 11:21
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Outubro de 2008

Importante - FIM aprova Autódromo do Algarve

A Federação Internacional de Motociclismo aprovou ontem o novo Autódromo Internacional do Algarve depois da última vistoria realizada ao novo circuito português, que será também, uma das melhores pistas da Europa. Este último aval permite ao Circuito de Portimão realizar no próximo fim-de-semana de 31 de Outubro, 1 e 2 de Novembro o seu primeiro evento desportivo, a última ronda do Campeonato do Mundo de Superbikes.

O mentor deste projecto, Paulo Pinheiro não escondia a satisfação por mais este passo alcançado: “O desfecho do dia de hoje é o culminar de um excelente trabalho que tem vindo a ser desenvolvidos nos últimos meses por todos os empreiteiros. Foram meses de muito trabalho e de muita dedicação, por isso tenho que estar satisfeito por termos conseguido este aval que nos vai permitir inaugurar o Circuito com a última prova da época do Campeonato do Mundo de Superbikes”, disse.

Para Paulo Pinheiro este é mais um sonho tornado realidade: “Todos os passos têm sido pequenos sonhos tornados realidade. A inauguração será sem dúvida o culminar de anos de trabalho. Espero que este circuito venha a ser um espaço onde acontecem grandes eventos, mas também um local onde os portugueses gostem de estar e se identifiquem”, concluiu.

Para aqueles que quiserem marcar presença na inauguração do novo Autódromo Internacional do Algarve, podem comprar os respectivos bilhetes em www.autodromodoalgarve.com .

in www.pregoafundo.com/

publicado por paulozananar às 15:43
link do post | comentar | favorito
|

Importante - Bolsas acumulam ganhos graças aos planos de salvamento do sector financeiro

Os principais índices europeus seguem em alta, a recuperar das fortes quedas registadas na semana passada, depois dos líderes do Governos da zona euro terem alcançado um acordo que oferece garantias estatais para desbloquear o mercado interbancário e autoriza a recapitalização dos bancos em dificuldades.
Segundo um especialista, "o sinal mais importante que a União Europeia nos deu este fim de semana é que finalmente falam em conjunto. Este é um ponto positivo para os intervenientes nos mercados."
A impulsionar as bolsas está também o anúncio de que o Governo britânico vai injectar 37 mil milhões de libras esterlinas (46,58 mil milhões de euros) nos três maiores bancos do país, o Royal Bank of Scotland, HBOS e Lloyds, em paralelo com a redução significativa das taxas interbancárias, reflectindo os impacto positivo das medidas governamentais para controlar a crise de crédito.
Também o ministro das Finanças alemão, anunciou hoje que o Estado vai ceder um montante total de 500 mil milhões de euros em garantias de empréstimos e injecções de capital para ajudar o sistema bancário.
Deste modo, a liderar as subidas estão as acções do grupo suíço UBS, o banco europeu mais afectado pela crise do mercado de crédito hipotecário de alto risco (subprime), que disparam 15% para os 19,6 francos suíços, bem como as do Deutsche Bank, o maior banco da Alemanha, que ganham 12% para os 34,82 euros e ainda as do ING, a maior empresa holandesa de serviços financeiros, pulam 17% para os  12,215 euros.
O Goldman Sachs Group reviu hoje em alta a sua recomendação para os bancos europeus de 'underweight' para 'neutral', com base nas recentes avaliações e na intervenção do banco central para reduzir os riscos neste sector.
Já o Barclays, o segundo maior banco britânico acelera 8% para os 224,75 pence, depois da instituição ter anunciado que planeia vender mais de 6,5 mil milhões de libras em acções a investidores privados.
Em alta estão também as produtoras de matérias-primas, tais como a britânica BHP Billiton, a maior empresa de mineração do mundo, cujos títulos sobem 6,1% para os 1013 pence, assim como os da sua compatriota Rio Tinto Group, a terceira maior, que aumentam 7,9% para os 2616 pence, na sequência do aumento dos preços dos principais metais London Metal Exchange, em especial do cobre, que recupera de mínimos de 33 meses, perante os planos dos Governos em todo o mundo para apoiar o sistema financeiro.
Já a petrolífera francesa Total, a maior refinaria da Europa, pula 6,3% para os 35,26 euros e a anglo-holandesa Royal Dutch Shell, a maior petrolífera da região, acelera 5,4% para os 1373 pence.
O contrato de crude para entrega em Novembro sobe mais de 3 dólares por barril em Londres e em Nova Iorque, a recuperar do valor mais baixo dos últimos 13 meses.
Assim, o FTSE-100 de Londres sobe 3,69% para os 4077,20 pontos, o CAC-40 de Paris aumenta 5,76% para os 3359,54 pontos e o DAX Xetra de Frankfurt ganha 6,96% para os 4860,80 pontos, enquanto o Ibex-35 de Madrid pula 7,39% para os 9662,90 pontos e o Mib-30 de Milão dispara 7,74% para os 21 880,00 pontos.

Cristina Barreto in www.sapo.pt

publicado por paulozananar às 15:21
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 4 de Março de 2008

Importante - Sociedade Ponto Verde lança nova campanha sobre reciclagem

 A Sociedade Ponto Verde (SPV) lançou uma nova campanha sobre a reciclagem, que está a ser veiculada e decorrerá até ao dia 12 de Abril. A iniciativa divide-se em quatro trabalhos publicitários, dois sobre o ecoponto amarelo, um sobre o azul e o último sobre o verde.

O objectivo é «continuar a educar e a formar as pessoas sobre o porquê de reciclar e como o fazer da forma mais correcta», explica o director de marketing da SPV, Mário Raposo, acrescentando que a aposta será, mais uma vez, nos mais novos, como veículos de uma comunicação directa e simples.

«Separar é um pequeno gesto, mas faz toneladas de diferença» é uma das mensagens principais da nova campanha, concebida pela TBWA, que demonstrará o que seria possível fazer com as quantidades de cada material, já reciclado, nomeadamente «chegar à Lua» com as latas em fila ou «oferecer um livro a cada estudante do mundo» com o papel reutilizado.

Segundo o estudo «Atitudes e comportamentos em relação à separação de lixo/embalagens usadas», levado a cabo pela Intercampus para a SPV, apesar de 63% dos portugueses já fazer a separação das embalagens, apenas 12% separa o lixo na totalidade, «importando aumentar o volume de resíduos reciclados em geral e, em particular, os resíduos de embalagens».

Entre o tipo de resíduos mais separados estão as garrafas, frascos e boiões de vidro (95%), seguidos dos jornais e revistas (92%). As embalagens menos separadas estão na categoria metal, nomeadamente as latas de bebidas (46%) e as latas de conservas (23%).

As embalagens de iogurtes e as bases de esferovite para alimentos são outros resíduos que os portugueses menos separam, registando uma reciclagem de apenas 28 e 17%, respectivamente.

 
in http://diariodigital.sapo.pt

publicado por paulozananar às 18:15
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

Importante - Timor: Ramos-Horta e Xanana alvos de atentados diferentes

Bandeira de Timor-Leste O Presidente timorense, José Ramos Horta, submetido a uma intervenção cirúrgica depois de ser baleado, e o primeiro-ministro Xanana Gusmão foram hoje alvo de dois atentados diferentes perpetrados em Díli.

O chefe de Estado timorense foi operado no hospital militar australiano em Díli, depois de ter sido atacado em sua casa, na Boulevard JF Kennedy, em circunstâncias ainda pouco claras.

O ministro dos Negócios Estrangeiros timorense, Zacarias da Costa, indicou que durante a operação os médicos tentaram extrair uma das duas balas que o atingiram: «uma nas costas e passou para o estômago, a outra passou de raspão».

O ataque de hoje contra a casa do presidente timorense resultou em dois mortos, um dos quais o major fugitivo Alfredo Reinado.

«É verdade, o major Alfredo Reinado morreu», confirmou à Lusa o tenente Carlos Correia, oficial de ligação do Subagrupamento Bravo da GNR em Díli que acrescentou que aguarda informações sobre o número total de mortos.

José Ramos-Horta foi atacado à porta de casa, cerca das 06:15 (21:15 em Lisboa), indicou o primeiro-ministro Xanana Gusmão.

Cerca das 07:15 (22:45 em Lisboa), o primeiro-ministro de Timor-Leste, Xanana Gusmão, foi atacado a caminho de Díli, mas não sofreu nenhum ferimento.

Segundo Xanana Gusmão, a coluna automóvel em que seguia de Balíbar, onde reside, para Díli ficou sob «fogo cerrado» e a viatura que seguia à frente despistou-se, desconhecendo-se se o condutor foi atingido.

A viatura de Xanana Gusmão também foi atingida, segundo contou o próprio primeiro-ministro, que referiu que conseguiram chegar a Díli apesar dos «pneus furados».

A família de Xanana Gusmão foi entretanto transportada para o Palácio do Governo, que se encontra guardado por efectivos das forças militares internacionais em serviço em Timor-Leste.

Xanana Gusmão afirmou que a condição do presidente de Timor-Leste é «estável» e classificou como «cobardes» os ataques ocorridos hoje em Díli.

«Foi um ataque cobarde contra o presidente da República, contra o primeiro-ministro e contra as instituições do Estado», declarou o chefe do governo timorense no Palácio do Governo em Díli.

De acordo com Zacarias da Costa, o presidente timorense ficou mais de uma hora no quarto da sua residência, em Díli, à espera de socorro, após o ataque de que foi alvo.

«As forças da ONU fecharam a estrada mas não o socorreram de imediato e ele ficou mais de uma hora deitado no seu quarto à espera que alguém o socorresse», acrescentou.

Segundo disse hoje à Lusa João Carrascalão, dirigente da União Democrática Timorense (UDT), os efectivos da GNR foram os primeiros a socorrer José Ramos-Horta.

Carrascalão criticou a acção das forças policiais da ONU e explicou que o Chefe de Estado timorense foi transferido por uma ambulância do hospital Guido Valadares, em Díli.

«O que é grave é que a UNPOL (Polícia das Nações Unidas) chegou ao local, ficou a 300 metros e não deu qualquer assistência ao Horta. Foi a GNR que foi lá socorrê-lo», disse.

Entretanto, o chefe da diplomacia timorense informou que um avião foi pedido à Austrália para transportar o Presidente timorense para Darwin, informou.

O embaixador de Portugal em Dilí, João Ramos Pinto, disse que o ataque ao Presidente Ramos Horta ocorreu quando este se preparava para inaugurar a reunião de ministros de Trabalho da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa), que estava prevista realizar-se no Palácio presidencial e foi transferida para o Hotel Timor.

«O local da reunião foi transferido para o Hotel de Timor que está policiado por agentes das Nações Unidas e timorenses», disse o diplomata.

Segundo a mesma fonte as Nações Unidos apelaram à população para restringir os movimentos e para as famílias não saírem de casa.

O embaixador disse ainda que «aparentemente a situação em Dilí está calma».

Na sequência dos ataques contra o presidente e o primeiro-ministro timorenses, as forças das Nações Unidas em Timor-Leste foram colocadas em «estado de alerta máximo», disse a porta-voz da missão da ONU em Díli.

O ex-primeiro-ministro de Timor, Mari Alkatiri, pediu hoje responsabilidades à missão da ONU em Timor (UNMIT) e às Forças Internacionais de Estabilização pelos atentados de que foram alvo o Presidente e o primeiro-ministro do país.

Condenando o ataque, Mari Alkatiri afirmou à Lusa exigir «responsabilidades à UNMIT e às Forças de Estabilização Internacional».

O atentado, «parece ter sido tentativa de golpe de Estado porque afectou o Presidente da República e o primeiro-ministro na altura em que o presidente do Parlamento estava fora do país», considerou Mari Alkatiri.

Em Portugal, segundo fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o Governo está a acompanhar «a par e passo» a situação do Presidente de Timor-Leste, José Ramos-Horta, que foi hoje alvejado.

«O Governo está a acompanhar a par e passo», disse fonte do gabinete daquele ministério, acrescentando estar-se ainda «à espera de confirmações sobre o que aconteceu quer pela Embaixada quer pelo ministro Vieira da Silva» que está em Timor a propósito de uma reunião da CPLP.

Para já, adiantou ainda a mesma fonte, sabe-se apenas que «Ramos-Horta não corre perigo de vida».

 

por Diário Digital / Lusa  in www.diariogigital.pt

publicado por paulozananar às 15:44
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008

Importante - Banco central antevê riscos maiores para a economia europeia

A crise financeira internacional obriga Trichet a alterar o seu discurso
BCE está mais pessimista e já sinaliza corte de taxas de juros 
O reconhecimento, por parte do presidente do Banco Central Europeu (BCE), de um agravamento das ameaças ao crescimento da economia europeia abriu ontem a porta, pela primeira vez desde o início de 2004, à possibilidade de uma descida de taxas de juro na zona euro.
Na conferência de imprensa que se seguiu à já esperada decisão de manter inalterada a taxa de refinanciamento do BCE nos quatro por cento, o discurso de Jean-Claude Trichet revelou mudanças substanciais face ao que tinha sucedido nos dois últimos meses.
Em primeiro lugar, o economista francês mostrou uma maior preocupação com o ritmo de crescimento. Trichet, que sempre apostou numa variação do PIB europeu em 2008 em linha com o potencial da economia, disse agora que afinal se "pode ficar abaixo do crescimento potencial", assinalando ainda que "os indicadores mais recentes confirmaram que os riscos para o cenário económico são pela negativa".
Em segundo lugar, sinalizou um aligeiramento do tom contra a inflação. É certo que manteve o alerta para o perigo de uma aceleração dos preços, mas não declarou explicitamente o propósito de actuar preventivamente contra a inflação, como o tinha feito nos últimos dois encontros com os jornalistas.
Por último, deu um sinal da existência de novidades na forma como está a decorrer o debate no interior do BCE. Trichet tinha revelado, nas anteriores conferências de imprensa, que a única mudança de taxas de juro sugerida pelos membros que têm assento no conselho de governadores era no sentido de uma subida. Ontem, fez questão de actualizar esta contagem de votos, garantindo que "não houve qualquer pedido nem para uma subida nem para uma descida das taxas de juro".
Corte de taxas até Junho
Todas estas pistas dadas por Jean-Claude Trichet foram lidas pelos analistas como o início de uma viragem na estratégia e no discurso seguidos pelo banco central desde que começou a subir as taxas de juro no final de 2005. E que esta mudança poderá culminar com a realização de um primeiro corte de taxas de juro já durante a primeira parte deste ano.
Antes da reunião de ontem do BCE, a maioria dos 83 economistas inquiridos pela agência Reuters contavam com uma redução das taxas de juro na zona euro, para 3,75 por cento, até ao final do mês de Junho. Ontem, após as declarações do presidente da autoridade monetária, o sentimento geral no mercado era o de que se confirmava, pela gravidade da situação económica assumida por Trichet, que as taxas de juro vão de facto começar a descer ainda durante a primeira metade deste ano.
Ainda para mais, o Banco de Inglaterra decidiu ontem reduzir a sua taxa de juro de referência em 0,25 pontos, para 5,25 por cento, fazendo com que o BCE fique ainda mais isolado (a Fed desceu as taxas em 1,25 pontos durante o mês de Janeiro) como o único grande banco central do Ocidente que não está já a actuar para sustentar o dinamismo do crescimento económico.
O grande entrave a que o BCE possa seguir de forma rápida os passos dos seus congéneres está na inflação, que, desde Agosto do ano passado, se encontra acima do limite de dois por cento definido pela instituição como adequado para o desempenho da economia e que, em Janeiro, deverá ter atingido os 3,2 por cento.
A perspectiva de uma descida de taxas de juro na zona euro durante a primeira metade deste ano e, principalmente, o reconhecimento por Trichet da existência de um cenário económico mais negativo na Europa conduziram, durante a tarde de ontem, à descida do valor do euro face ao dólar. A moeda única baixou a barreira dos 1,45 dólares e aproximou-se do seu valor mais baixo deste ano.

por Sérgio Aníbal in www.publico.pt
publicado por paulozananar às 14:15
link do post | comentar | favorito
|

Curiosidades - Estado do Missouri, EUA - Homem armado mata cinco pessoas num subúrbio de St. Louis

Um atirador matou cinco pessoas, incluindo dois polícias, e feriu outras duas numa reunião autárquica em Kirkwood, um subúrbio de St. Louis, estado do Missouri, indica a CNN. Após o ataque, o atirador foi abatido por agentes.
Os disparos começaram pouco depois das 19h00 (hora local), no exterior da câmara municipal de Kirkwood, quando o homem se aproximou de um polícia, no parque de estacionamento do posto policial adjacente à autarquia, e o matou a tiro.
Depois deste primeiro ataque, o homem entrou no edifício municipal e matou um segundo polícia, disparando de seguida contra três funcionários autárquicos, matando-os.
Nessa altura, os polícias responderam ao ataque e abateram o atirador.
A polícia ainda não identificou o suspeito nem as vítimas e as causas do ataque ainda estão por apurar.

por www.publico.pt

publicado por paulozananar às 14:10
link do post | comentar | favorito
|

Importante - Apenas 6000 mulheres abortaram a seu pedido

Jorge Branco contente com o facto dos medicamentos serem o método mais comum

Abortos legais ficaram em pouco mais de metade do previsto em seis meses de despenalização.

Nos primeiros seis meses depois da despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez (IVG), 6000 mulheres abortaram a seu pedido, o que constitui pouco mais de metade do previsto, avançou hoje fonte oficial. Os dados dizem respeito a interrupções realizadas até ao fim de Dezembro passado. Antes da realização do referendo que despenalizou o aborto, as autoridades de Saúde, com base na realidade de outros países europeus, calculavam que viessem a realizar-se 20 mil abortos legais por ano. A extrapolação do valor do primeiro semestre - menos 15 dias, já que a lei vigora desde 15 de Julho de 2007 - para um ano indica valores pouco superiores a 12 mil IVG, o que corresponde a cerca de 60 por cento do perspectivado. O valor total (6099) corresponde a 97 por cento das interrupções de gravidez realizadas em hospitais públicos e privados, precisou o presidente da Comissão Nacional de Saúde Materna e Neonatal, Jorge Branco. Os restantes três por cento (quase 190 casos) referem-se a situações clínicas ou impostas por outros motivos. Jorge Branco congratula-se com estes valores, aquém do previsto, e acentua ainda o "grande predomínio" da interrupção da gravidez com recurso a medicamentos em vez da opção pela cirurgia. O especialista, que também é director da Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa, considera esse factor bastante positivo, por o recurso aos medicamentos ser "menos agressivo e menos traumático" para a mulher. Aplicação da lei decorre sem percalços Acerca da entrada em vigor da legislação criada depois do "sim" ter vencido o referendo ao aborto, aquele médico disse que "está a decorre sem percalços", tanto nas instituições de Saúde públicas como nas três privadas que estão autorizadas a fazê-lo. Outro facto que realça é os 30 abortos realizados a menores de 15 anos - 0,5 por cento do total, enquanto, por idades, a maior concentração ocorre no grupo de mulheres entre os 20 e os 34 anos: 4124 IVG (65,8 por cento do total). Em mulheres com mais de 40 anos, os registos oficiais indicam 503 casos (oito por cento). Por regiões, em Lisboa e Vale do Tejo realizaram-se mais de metade dos abortos (3547), seguida da região Norte (1173), Centro (382), Algarve (351) e Alentejo (147). Acresce ainda que dois terços do total de IVG foram realizados em instituições de Saúde públicas e os restantes em estabelecimentos privados, ainda segundo dados oficiais.

por Lusa   in  www.publico.pt

publicado por paulozananar às 14:06
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Importante - Seg. Social quer reaver 475 M€ em dívidas de contribuintes

Segurança Social   A Segurança Social vai recuperar 475 milhões de euros de dívidas de 26.285 contribuintes através de acordos, celebrados no âmbito do Programa Viável durante 2007, disse à Lusa o secretário de Estado da Segurança Social, Pedro Marques.

«Conseguimos ultrapassar todas as metas a que nos propusemos, por muito, fosse em números de acordos, dívida cobrada, dívida acordada, fosse até no prazo de pagamento de dívidas», afirmou Pedro Marques, em declarações à agência Lusa.

«Foi um caso de sucesso», sublinhou o secretário de Estado, acrescentando que o Programa Viável »contibuiu muito para os resultados recorde na cobrança de dívida em 2007».

O Programa Viável, lançado em Janeiro de 2007, permitiu acordos com 26.285 empresas, mais 338% que no ano anterior.

Tendo em conta as condições de pagamento e processos de dívida para cada contribuinte, o número total de acordos celebrados, de Janeiro a Dezembro, foi de 44.848, contra os 6.565 celebrados no ano de 2006, o que traduz um crescimento de 583%.

O valor acordado cresceu 303 por cento, para 475 milhões de euros, face aos 118 milhões de euros registados no ano anterior.

A cobrança ascendeu a 130 milhões de euros, representando um aumento de cerca de 225,3% face a 2006 e ao objectivo traçado para o Programa Viável (81 milhões de euros).

Salientando que o Prgrama Viável »não implicava qualquer perdão de dívida«, Pedro Marques adiantou que as empresas que aderiram ao Viável correspondem a um total de 186 mil postos de trabalho.

«Empresas que assim tem melhores condições de cumprir as suas obrigações e que não ficaram em causa e que não entraram em processo de falência», disse Pedro Marques.

O número médio de prestações aprovadas por acordo situou-se em 20 prestações, o que representa um decréscimo de 24% face a 2006.

O secretário de Estado da Segurança Social sustentou que o Programa Viável teve «um carácter extraordinário» e que a partir de Janeiro voltaram a estar em vigor os mecanismos normais de regularização de dívidas, ou seja, os 30 dias subsequentes à concretização da citação.

O Viável teve como objectivo regularizar a situação dos contribuintes com dívida acumulada no passado e que não teriam outras condições para a regularizar se não fosse através do pagamento faseado, explicou Pedro Marques.

O Programa Viável ofereceu assim uma nova oportunidade aos contribuintes com dívidas à Segurança Social para regularizarem a sua situação, maximizando e flexibilizando a possibilidade de celebração de acordos para pagamento faseado, sem recurso à execução de penhoras e outros instrumentos legais disponíveis.

O Viável teve como base as alterações introduzidas pelo Orçamento de Estado para 2007 que alargam o prazo legal para a celebração de acordos (até aqui apenas possível nos 30 dias subsequentes à concretização da citação) e a natureza de valores passíveis de serem liquidados faseadamente.

O objectivo foi apoiar a viabilização de contribuintes, fomentando a regularização de situações de incumprimento, criando segurança jurídica e conferindo credibilidade na sua actividade.

Neste sentido, adapta o pagamento dos montantes em dívida às suas possibilidades de tesouraria, suspendendo o avanço de medidas coercivas de penhora e venda de bens, muitas vezes conducentes à paralisação da actividade da empresa.

 

por Diário Digital / Lusa  in www.diariodigital.pt

publicado por paulozananar às 15:07
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008

Importante - Co-Incineração: Supremo autoriza queima na Arrábida

O Supremo Tribunal Administrativo deu luz verde à co-incineração na cimenteira da Secil na Arrábida, afirmou hoje à agência Lusa fonte do Ministério do Ambiente.

Esta decisão, conhecida pela cimenteira e pelo Ministério do Ambiente na passada segunda-feira, contraria as decisões tomadas por dois tribunais de instância que tinham suspendido a queima de resíduos perigoso na cimenteira do Outão.

A decisão do Supremo surge em resposta ao recurso da Secil e do Ministério do Ambiente da decisão do Tribunal Administrativo do Sul que confirmou a sentença do Tribunal Fiscal e Administrativo de Almada no sentido de suspender a co-incineração.

Esta autorização para co-incinerar já tinha sido dada, em Novembro do ano passado, pelo Supremo à cimenteira de Souselas, em Coimbra, contrariando também duas decisões de tribunais de instância inferior.

As Câmaras Municipais de Palmela, Sesimbra e Setúbal - que entregaram a providência cautelar ao tribunal para travar a co-incineração na Arrábida - não podem mais recorrer desta decisão judicial, uma vez que a decisão do Supremo não admite recurso.

Se não for intentada uma nova acção com novo argumento para travar a co-incineração, a cimenteira pode agora retomar a queima de resíduos perigosos, desta vez já com um estudo de impacte ambiental cuja inexistência foi usada como o principal argumento para a providência cautelar das três câmaras municipais.

Nessa acção judicial, as autarquias contestaram a decisão do Ministério do Ambiente que dispensou a Secil da realização de um novo estudo de impacte ambiental, alegando que o único estudo existente tinha mais de oito anos, e pediram a suspensão de todos os testes e demais operações de co-incineração.

Ao mesmo tempo que apresentou ao Supremo Tribunal recurso da decisão judicial de suspender a co-incineração, a Secil avançou com um novo Estudo de Impacto Ambiental, que acaba de ser concluído.

Os tribunais de instância inferior tinham decidido suspender a eficácia do despacho do ministério do Ambiente que dispensou a cimenteira da realização deste estudo de impacte ambiental.

A queima de resíduos perigosos em cimenteiras, que foi bandeira da campanha eleitoral do primeiro-ministro José Sócrates, tem sido contestada pelos autarcas das áreas onde estão instaladas as cimenteiras: Coimbra (Cimpor) e Setúbal, Palmela e Sesimbra (Secil).

Na proposta de Orçamento de Estado para 2008 o Ministério do Ambiente inscreveu verbas para «normalizar» a co-incineração, mesmo antes de conhecida a decisão do Supremo Tribunal, o que gerou contestação das vozes contra a co-incineração.

Quercus estranha decisão do STA

A Quercus considerou hoje «estranhíssimo» que o Supremo Tribunal Administrativo tenha dado luz verde à co-incineração na cimenteira da Arrábida, alegando tratar-se de um processo que está marcado por uma «total falta de transparência».

Rui Berkemeier reagia assim à agência Lusa à decisão do Supremo tribunal Administrativo (STA), que contrariou as decisões tomadas por dois tribunais de instância que tinham suspendido a queima de resíduos perigosos na cimenteira do Outão, em plena zona protegida do Parque Natural da Arrábida.

Para Rui Berkemeier, as condições actuais não têm comparação com as que havia e 1998, uma vez que na altura estava prevista uma estação de tratamento de resíduos perigosos no Barreiro, que não existe e que «altera profundamente a logística de transportes dos resíduos perigosos», razão por que «devia ser feito um novo Estudo de Impacto Ambiental (EIA) sobre os transportes dos resíduos.

O dirigente da Quercus referiu ainda que actualmente existem alternativas à co-incineração, nomeadamente através dos CIRVER (Centros Integrados de Recuperação, Valorização e Eliminação de Resíduos Perigosos), como o que existe na Chamusca, e que permite diminuir substancialmente a quantidade de resíduos perigosos a incinerar.

Segundo Rui Berkemeier, a utilização de óleos e solventes também é »extremamente viável actualmente« o que também permite reduzir a quantidade de resíduos a co-incinerar.

Para este responsável da Quercus, o STA agiu »mal« e o argumento utilizado de que a co-incineração estava licenciada e por isso não precisava de Estudo de Impacto Ambiental (EIA) é »falaciosa«, uma vez que foi o próprio governo a »isentar« a co-incineração de EIA.

»A co-incineração é uma história muito mal contada, até porque o governo nomeou para controlar os CIRVER os defensores da co-incineração. Assim, vamos ter o lobo a guardar o cordeiro«, frisou, acrescentando que actualmente existem alternativas »mais baratas« do que a co-incineração.

Rui Berkemeier estranhou ainda que o governo tivesse anulado o concurso público para o tratamento de 140 mil toneladas de resíduos que se encontram em Sines e que agora »certamente que irá ser adjudicado directamente às cimenteiras«.

in www.diariodigital.pt

por Diário Digital / Lusa

publicado por paulozananar às 10:43
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

Importante - Ciência: Três institutos do Porto vão criar super-estrutura

Os três principais institutos de investigação científica do Porto vão criar, no final de Janeiro, uma estrutura inédita em Portugal, que vai reunir mais de 600 cientistas e permitir alargar a investigação em saúde a áreas ainda não cobertas.

O futuro Instituto de Inovação e Investigação em Saúde (I3S) resulta da conjugação de esforços entre os institutos de Biologia Molecular (IBMC), de Patologia e Imunologia Molecular (IPATIMUP) e de Engenharia Biomédica (INEB).

«Não vamos fazer uma fusão, vamos assinar um contrato de consórcio. As três entidades vão manter a sua individualidade, mas criam um patamar superior de associação que vai permitir intensificar as investigações, aumentar a massa crítica e cobrir áreas que ainda não estão cobertas», afirmou hoje Sobrinho Simões, director do IPATIMUP, em declarações à Lusa.

Sobrinho Simões salientou que o I3S vai contar «com mais de 600 investigadores, dos quais 250 doutorados», destacando a medicina regenerativa como uma das áreas de investigação que estará no centro das atenções do novo instituto.

«É uma coisa como nunca se fez em Portugal. Nunca se juntaram 600 cientistas numa mesma instituição», frisou o director do IPATIMUP, salientando que os três institutos envolvidos «vão manter a sua individualidade, mas haverá uma nova instituição».

Na perspectiva do investigador, a união de esforços dos três institutos da cidade do Porto permitirá fomentar a investigação, especialmente ao nível dos doentes.

O I3S, que deverá ser formalmente criado numa cerimónia a realizar no final de Janeiro com a presença do primeiro-ministro, será presidido por Alberto Amaral, que era reitor da Universidade do Porto na altura em que foram criados o IBMC, o IPATIMUP e o INEB.

Quanto a uma futura fusão entre os três institutos envolvidos, Sobrinho Simões afirmou que, para já, a questão não se coloca, mas admitiu que poderá vir a ser equacionada no futuro.

«Em função da resposta que o novo instituto vier a dar, logo se verá», salientou.

A nova entidade de investigação científica deverá vir a ser instalada num edifício que será construído na zona da Asprela, onde funciona um dos três pólos universitários da cidade do Porto e perto de instituições como o Instituto Português de Oncologia e o Hospital S. João.

inDiário Digital / Lusa

publicado por paulozananar às 16:20
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007

Importante - Défice comercial português recua 3,4% até Setembro

O défice da balança comercial portuguesa atingiu os 13.459,2 milhões de euros, uma diminuição de 3,4% face a igual período no ano passado, anunciou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).
As exportações ascenderam a 27.815,1 M€, um incremento de 8,9%, enquanto as importações cresceram 4,5%, para 41.274,2 M€. A taxa de cobertura das importações pelas exportações passou de 64,7% para 67,4%.

Contudo, no terceiro trimestre as importações cresceram a um ritmo mais elevado que as importações – 5,8% contra 5,1%.

O INE destaca que «os Combustíveis e lubrificantes registaram uma quebra, quer nas entradas quer nas saídas, de 12,1% e de 18,1%, respectivamente».

Do lado das exportações, sobressaíram os crescimentos nos Produtos alimentares e bebidas (14,3%), nas Máquinas e outros bens de capital (13,7%), e nos Fornecimentos Industriais (12%).

No que respeita às entradas, as maiores subidas registaram-se nos Produtos alimentares e bebidas e nos Fornecimentos industriais, com incrementos de 13,1% e 9,4%, respectivamente.

O INE sublinha ainda a passagem de défice a excedente comercial nas trocas com a Malásia (de -22,7 M€ para +232 M€) e França (de -82,3 M€ para +81,2 M€), bem como a subida do superávite comercial com Angola (de 829,8 M€ para 929,8 M€), que passou a ser o segundo país com maior saldo positivo, apenas atrás dos EUA.

Também de destacar são as reduções dos défices com os três principais parceiros comerciais: Alemanha, Itália e Espanha. No primeiro caso, o défice comercial passou de 1.896,5 M€ para 1.678,3 M€, enquanto o défice face a Espanha diminuiu em 56,4 M€, para 4.498,4 M€ e o défice com Itália decresceu em 178,7 M€, para 1.150 M€.

in www.diariodigital.pt

publicado por paulozananar às 16:39
link do post | comentar | favorito
|

Importante - HPV: Vacinação gratuita reduzirá em dois terços este cancro

A vacina contra o vírus que causa o cancro do colo do útero, que será gratuita em Portugal para as jovens com 13 anos, reduzirá em dois terços este carcinoma dentro de 20 anos, disse à Lusa um especialista. A vacinação gratuita contra o Vírus do Papiloma Humano (HPV) para as jovens com 13 anos foi hoje anunciada pelo ministro da Saúde. Esta vacina deverá abranger em 2008 cerca de 50 mil adolescentes, o que significa para o Estado um custo de 15 milhões de euros, que deverá duplicar para 30 milhões em 2009. De acordo com o presidente do colégio de especialidade de Ginecologia e Obstetrícia da Ordem dos Médicos, Luís Graça, a administração desta vacina às jovens com 13 anos é uma medida «correcta» e uma óptima notícia para a saúde pública e a saúde das mulheres. O especialista afirmou que a administração da vacina aos 13 anos é «oportuna», pois, em princípio, as raparigas ainda não iniciaram a sua vida sexual, o que confere uma maior eficácia da profilaxia. Por outro lado, aos 12/13 anos existem outras vacinas a administrar, pelo que a data é aproveitada para o combate ao HPV. «Tecnicamente, é uma decisão correcta que deverá conduzir às redução de dois terços do cancro do colo do útero em Portugal», afirmou. Actualmente, há em Portugal cerca de 900 casos anuais desta doença, que é responsável por cerca de 300 mortes por ano. Na Europa, o cancro do colo do útero é a segunda causa de morte entre as mulheres jovens.

Diário Digital / Lusa

in www.diariodigital.pt

publicado por paulozananar às 16:36
link do post | comentar | favorito
|

Importante - Mortalidade infantil atinge valor mais baixo de sempre

A mortalidade infantil em Portugal atingiu o ano passado o valor mais baixo de sempre, de 3,3 óbitos em cada mil nascimentos, anunciou hoje o ministro da Saúde.

«A nossa mortalidade infantil desceu uma décima de 2005 para 2006, quando se pensava que era quase impossível baixá-la ainda mais», afirmou Correia de Campos durante a cerimónia de apresentação da inclusão da vacina contra o vírus que causa cancro do colo do útero, que decorreu na Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa.

A maternidade infantil era de 3,4 óbitos por cada mil nascimentos em 2005, tendo atingido os 3,3 por mil nascimentos no ano passado.

Há 10 anos, a taxa de mortalidade infantil em Portugal era de 6,4 por mil e em 1990 era superior a 10 por cada mil nascimentos.

Segundo Correia de Campos, o valor record até ao momento pertence à Suécia, que em 2004 atingiu uma mortalidade de 3,1 óbitos por cada mil nascimentos.

A taxa de mortalidade infantil é o número de óbitos de crianças com menos de 1 ano ocorrido durante um certo período de tempo, normalmente o ano, em relação ao número de nados-vivos do mesmo período (habitualmente número de óbitos de crianças com menos de 1 ano por 1000 nados-vivos).

Diário Digital / Lusa

in www.diariodigital.pt

publicado por paulozananar às 16:29
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Novembro de 2007

Importante - Spin-off: PT e PTM tornam-se hoje empresas independentes

PTMultimediaPortugal Telecom A operação de separação (spin-off) da PT Multimédia do grupo Portugal Telecom (PT) concretiza-se hoje, transformando a empresa presidida por Rodrigo Costa num dos principais operadores de comunicações em Portugal e no principal rival da sua antiga «casa-mãe».
A PT cumpre assim a promessa que fez aos seus accionistas para que chumbassem a oferta pública de aquisição (OPA) Sonaecom, entregando-lhes a maioria das acções que detinha na PTM sob a forma de dividendos.

Com esta distribuição, a CGD e o BES passam a liderar a estrutura accionista da nova PTM, com participações de 15 e 12,2%, respectivamente, mas a PT manterá um papel relevante no capital da empresa, pois devido à retenção na fonte do imposto a pagar sobre os dividendos, a PT irá conservar temporariamente 7% das acções.

A empresa que detém a TV Cabo inicia hoje uma nova etapa da sua história, com a ambição de passar de líder de mercado na televisão paga à liderança do mercado das telecomunicações como operador triple-play (telefone, televisão e Internet).

A PTM tem actualmente uma quota de 25% na Internet e de menos de 1% na voz, enquanto lidera na televisão por subscrição, com uma quota superior a 80%.

A entrada no mercado das telecomunicações móveis e a realização de aquisições para crescer são alguns dos desafios que se colocam à nova equipa de gestão que deverá, até final do ano, apresentar um plano estratégico aos seus accionistas.

«A PTM é um óptimo negócio», afirma o presidente da comissão executiva da empresa, dizendo que o principal objectivo definido, agora, é crescer organicamente, aproveitando a capacidade que a rede instalada lhe dá.

 

in www.diariodigital.pt

por Diário Digital / Lusa

publicado por paulozananar às 14:37
link do post | comentar | favorito
|

Importante - PT e Vodafone acusam Anacom de beneficiar Optimus

Logótipo ANACOM com a designação social Autoridade Nacional deComunicações, no topo, uma elipse cinzenta com uma esfera vermelha, umaverde e outra amarela A Portugal Telecom (PT) e a Vodafone acusam a Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom) de favorecer injustificadamente a Optimus, «obrigando-as a subsidiar um operador que, dizem, de outro modo tem o negócio comprometido», destaca a edição do Jornal de Negócios esta quarta-feira.
Em declarações ao jornal, os presidentes das duas operadoras levam as acusações a termos «inéditos», refere a mesma fonte.

A tensão marca o primeiro dia depois da cisão definitiva da PT Multimédia, que traduz um novo quadro concorrencial no mercado.

in www.diariodigital.pt

imagem in www.anacom.pt

publicado por paulozananar às 14:32
link do post | comentar | favorito
|

Importante - Petróleo supera 98 dólares/barril

Plataforma marinha de extração do petróleo  O light sweet crude contratado na bolsa Nymex (Nova Iorque) para entregas em Dezembro superou a barreira dos 98 dólares esta quarta-feira nas operações overnight do mercado asiático.
O novo recorde no preço da matéria prima (98,03 dólares) apoiou-se no relatório divulgado pela Agência Internacional de Energia (AIE) prevendo um aumento do consumo em economias como a Índia e a China, expectativas de novo declínio nas reservas de crude nos EUA (hoje serão divulgadas estatísticas semanais do Departamento da Energia).

A pressionar o preço do barril esteve ainda a notícia de um ataque a um oleoduto no Iémen, o novo mínimo do dólar nos mercados cambiais e notícias de evacuação em plataforma no Mar do Norte, devido ao mau tempo.

Nesta altura, o petróleo de referência WTI segue a negociar com um ganho em redor de 1,2%, acima dos 97,8 dólares, segundo dados da transacção electrónica.

Neste contexto, a referência brent (petróleo doo Mar do Norte) contratada em Londres negociou acima dos 94,5 dólares, seguindo agora a cotar nos 94,33 dólares, mais 1,15% sobre o valor de fecho de véspera.

publicado por paulozananar às 14:27
link do post | comentar | favorito
|

Importante - Euro supera 1,466 dólares

Fotografia de notas e moedas em circulação na União Europeia. A moeda única europeia estabeleceu um novo recorde perante a divisa dos Estados Unidos esta quarta-feira, fixando um novo máximo histórico nos 1,4665 dólares nos mercados asiáticos.
A subida da divisa europeia no mercado de divisas de Tóquio foi relacionada com o anúncio das autoridades chinesas da intenção de diversificar ainda mais as suas reservas cambiais.

Num contexto de rápido crescimento da economia chinesa e com as autoridades monetárias ocidentais preocupadas com a sub-valorização da moeda local (yuan), o dólar reforçou a sua fragilidade na relação com o euro, a libra esterlina e o iene.

Nesta altura, o euro segue a cotar em redor dos 1,463 dólares no mercado de divisas de Frankfurt, mais 0,52% face ao fecho anterior.

in www.diariodigital.pt

foto in http://pt.wikipedia.org/wiki/Euro

publicado por paulozananar às 14:18
link do post | comentar | favorito
|

Importante - Governo pode autorizar escutas SIS sem fiscalização do MP

SEDE SISO Governo está a ponderar admitir a realização de escutas telefónicas levadas a cabo pelo Serviço de Informações e Segurança (SIS), sem a prévia autorização e fiscalização do Ministério Público.

A notícia faz manchete na edição desta quarta-feira do Diário de Notícias, que, no entanto, destaca igualmente a oposição do número dois do partido no Governo, o ex-ministro da Administração Interna e actual presidente da Câmara Municipal de Lisboa António Costa, desde há muito um defensor da ideia de que as escutas telefónicas só deverá ser permitidas num âmbito de um processo-crime legalmente constituído e, portanto, sob tutela do Ministério Público. Como, de resto, já acontece em todos os outros inquéritos-crime.

Esta divergência de opiniões está, de resto, segundo o DN, a despoletar a polémica no seio da maioria socialista, isto apesar de escutas telefónicas feitas legalmente pelos serviços secretos dificilmente possam vir a ser uma realidade antes da próxima legislatura (2009-2013), já que, para tal, será preciso uma revisão constitucional, apoiada por PS e PSD.

in www.diariodigital.pt

foto in www.sis.pt

publicado por paulozananar às 14:11
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Importante - 'Homejacking...

. Importante - Investigador...

. Importante - FIM aprova A...

. Importante - Bolsas acumu...

. Importante - Sociedade Po...

. Importante - Timor: Ramos...

. Importante - Banco centra...

. Curiosidades - Estado do ...

. Importante - Apenas 6000 ...

. Importante - Seg. Social ...

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. curiosidades

. desporto

. desporto motorizado

. desportos motorizados

. escola

. importante

. informação

. nutrição

. ralis

. saúde

. todas as tags

.links

Online Casino
Slot Machines
Como está o Blog?
Melhor
Igual
Pior
Interessante
Pode melhorar
Não tenho opinião
  
Free polls from Pollhost.com
blogs SAPO

.subscrever feeds