Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Desporto - Vela: Álvaro Marinho / Miguel Nunes Vice Campeões do Mundo – Classe 470

Terminou pelas 05.00 horas o Campeonato do Mundo da Classe 470, com a tripulação Portuguesa Álvaro Marinho/ Miguel Nunes a sagrarem-se Vice Campeões do Mundo.

Na última regata do Campeonato, Medal Race, os britânicos ASHER/WILLIS realizam uma excelente regata, conseguindo vencer, alcançando assim o lugar mais alto do pódio a apenas 0, 9 pontos da tripulação Portuguesa.

Marinho e Nunes rondaram para a segunda bolina em 9º lugar (que os colocaria em 4º lugar da geral), conseguindo posteriormente com uma fantástica 2ª bolina e 2ª popa terminar esta regata em 3º lugar, subindo assim para o 2º Lugar da Classificação Geral.

É a primeira vez em onze anos a navegar em 470 que a tripulação portuguesa alcança uma medalha num Campeonato do Mundo, quebrando desta forma o “enguiço” de 4º’s e 5’s lugares alcançados anteriormente.

Os resultados dos dez primeiros após a Medal Race podem ser consultados em:

http://www.yachting.org.au/site/yachting/event/11221/overall_1_6.html

in www.fpvela.pt/

tags:
publicado por paulozananar às 15:02
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

Desporto - Salto comprimento: Évora com melhor marca mundial do ano

Nélson ÉvoraO atleta Nelson Évora, campeão mundial do triplo salto, estabeleceu domingo a melhor marca mundial do ano no salto em comprimento, com a distância de 7,96 metros.

De acordo com o sítio oficial do Benfica na Internet, a marca do atleta «encarnado» foi registada durante os Campeonatos Regionais de Inverno, que se disputaram no Estádio Universitário de Lisboa.

Com este resultado, Nelson Évora passou a liderar o «ranking» mundial em ambas as especialidades: triplo salto e salto em comprimento.

Diário Digital / Lusa

in www.diariodigital.pt

foto www.abola.pt

tags:
publicado por paulozananar às 14:31
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Agosto de 2007

Desporto - Europeu de 2007

Portugal "preparado para tudo" em vésperas de defrontar campeões do Mundo.O seleccionador português de basquetebol, o ucraniano Valentyn Melnychuk, afirmou que a sua equipa está preparada para tudo, em vésperas de defrontar a "toda poderosa" Espanha, campeã mundial em título."É difícil prever o que vai acontecer e como a equipa vai reagir, pois é a primeira vez que vamos defrontar um campeão do Mundo, mas espero que tudo corra o melhor possível", afirmou à Agência Lusa Valentyn Melnychuk, em trânsito para Logroño.

O experiente técnico ucraniano está consciente de que Portugal vai defrontar uma equipa inacessível, mas já preparou a equipa para as consequências de uma eventual derrota pesada.

"Apesar de estes jogadores não terem qualquer experiência de jogos a este nível, espero que o jogo nos corra bem, mas, se isso não acontecer, já alertei os jogadores, já lhes disse que o Mundo não acaba depois deste jogo", explicou Melnychuk.

O técnico ucraniano foi claro: "este jogo não vai marcar a nossa equipa, não vai estragar todo o trabalho que fizemos ao longo dos estágios, mas antes servir para ver como estamos e o que temos de rectificar".

Perante o campeão do Mundo, uma equipa repleta de "estrelas", entre as quais os "norte-americanos" Pau Gasol (Memphis Grizzlies) e José Manuel Calderon (Toronto Raptors) e o catalão Juan Carlos Navarro (FC Barcelona), certo também é que não faltará motivação.

"Qual era o desportista que não ficaria entusiasmado com a possibilidade de defrontar um campeão do Mundo, de ser comparado com ele", disse à Agência Lusa Valentyn Melnychuk, assegurando que a equipa está com vontade de enfrentar a Espanha.

Em termos físicos, os 13 eleitos para este encontro (Filipe da Silva, Miguel Minhava, Mário Fernandes, Paulo Cunha, Paulo Simão, Sérgio Ramos, Francisco Jordão, João Santos, Carlos Andrade, João Gomes, Elvis Évora, Jorge Coelho e Miguel Miranda) estão todos aptos.

"O Paulo Simão está mais ou menos recuperado e até se está a rir, pelo que está bem, e o João Santos está um pouco triste, mas apenas porque o José Costa não viajou", brincou Valentyn Melnychuk, confirmando a boa disposição reinante na equipa lusa.

Mais a sério, o líder da formação lusa concluiu: "vai ser mais um teste, que será muito bom para nós, pois nunca jogámos com um equipa deste nível. Será bom para preparar os próximos particulares, com Alemanha, França e Rússia".

Depois do embate com a Espanha, em Logroño, a selecção lusa segue para o Torneio de Paris, no qual vai defrontar França (17 de Agosto), Rússia (18) e República Checa (19).

Ainda antes da partida para Sevilha e o Europeu, a 01 de Setembro, Portugal participa na Supercup Bamberg, na Alemanha, torneio em que medirá forças com a selecção anfitriã (24 de Agosto), a Itália (25) e de novo a Rússia (26).

Na fase final do Europeu de 2007, Portugal vai actuar no grupo B, com sede em Sevilha, defrontando a campeã Mundial Espanha, a 03 de Setembro, às 21:30 locais (20:30), a Croácia, a 04, às 19:00 (18:00), e a Letónia, a 05, também às 19:00 (18:00).

A selecção portuguesa conseguiu o inédito apuramento - tinha estado na fase final em 1951, mas por convite - ao vencer o grupo B de qualificação, no qual defrontou Macedónia, Bósnia-Herzegovina e Israel (31 de Agosto a 16 de Setembro de 2006).

in www.noticias.sapo.pt   por PFO. Lusa

tags:
publicado por paulozananar às 18:28
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Julho de 2007

Desporto - Meeting de Sheffield: Rui Silva segundo nos 1.500 m

O português Rui Silva foi segundo classificado nos 1.500 metros do Meeting de Sheffield, prova do Super Grande Prémio da IAAF.

O português, que cumpriu a distância em 3:35:92 minutos, foi suplantado apenas pelo britânico Andrew Baddeley.

Nos 100 metros, Francis Obikwelu, eleito melhor atleta europeu em Junho, terminou no terceiro posto, com 10,24 segundos, batido pelo norte-americano Tyson Gay e pelo britânico Marlon Devonish.

Também em acção, Clarisse Cruz foi nona e última classificada nos 3.000 metros obstáculos, com 10.34,64 segundos.

Rui Pedro Silva e Jessica Augusto ainda vão entrar em competição, nos 3.000 metros.

tags:
publicado por paulozananar às 17:40
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Março de 2007

Desporto - Râguebi - No Uruguai os Râguebistas portugueses festejam vitória na prisão

    
Seis internacionais portugueses foram detidos sábado em Montevideu, por alegadamente se terem excedido nos festejos da qualificação para o Mundial de Râguebi alcançada pela selecção lusitana.

De acordo com a SIC, que cita fonte policial, seis jogadores portugueses foram detidos no passado sábado na capital do Uruguai por terem originado desacatos com elementos da autoridades. Os râguebistas passaram a noite na cadeia mas foram libertados domingo, tendo já seguido para Lisboa.

O incidente segue-se ao feito histórico dos Lobos, que conseguiram garantir a primeira presença de Portugal num Mundial de Râguebi ao bater o Uruguai por 24-23 (no total de dois jogos - 12-5 e 12-18). Portugal será ainda a primeira selecção amadora presente no torneio.

Em Setembro, equipa dirigida por Tomaz Morais vai defrontar em Paris as selecções da Nova Zelândia, Escócia, Itália e Roménia.

SOL  in www.sapo.pt

tags:
publicado por paulozananar às 10:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 13 de Março de 2007

Desporto Motorizado - CNR: Pedro Meireles adquire Impreza de Miguel Campos

Foto: Nuno CastroPedro Meireles adquiriu subaru impreza N12 ex Miguel Campos com vista a sua participação nas restantes provas do Campeonato Nacional de Ralis 2007.

Com esta aquisição o piloto reune condições para lutar pelos lugares cimeiros. "É com enorme satisfação que concretizo a aquisição desta viatura que me irá permitir lutar por melhores classificações, não esquecendo no entanto que somos uma equipa privada e com um orçamento limitado o que condiciona as nossas prestações, mesmo assim iremos trabalhar com afinco com o nosso preparador ,a ARC Sport, para evoluirmos e conseguirmos resultados de relevo."

Uma sessão de testes irá ser efectuada brevemente com vista a uma melhor adaptação à nova viatura, mais informaçoes acerca do projecto irão ser fornecidas dentro em breve.

JAM com A.I.
Foto: Nuno Castro
in www.sportmotores.com
tags:
publicado por paulozananar às 23:56
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Março de 2007

Desporto - ATLETISMO - Vanessa Fernandes superior na corrida

Fotos de provasVanessa Fernandes venceu destacada a derradeira etapa da Taça do Mundo, na Nova Zelândia. A portuguesa superiorizou-se na última das três disciplinas - 1500 m de natação, 40 km de ciclismo e 10 km de corrida -, às australianas Annabel Luxford e Emma Snowsill, que cortaram a meta com mais 13 segundos e 1.20 minutos, respectivamente. A portuguesa assegurou a terceira posição final na Taça do Mundo, ganha por Annabel Luxford, seguida de Emma Snowsill. A outra portuguesa em prova, Anaís Moniz, campeã do mundo de juniores, terminou na 23.ª posição. Em masculinos, o triunfo foi para o neozelandês Bevan Docherty, que partilhou o pódio com o compatriota Kris Gemmell e com o dinamarquês Rasmus Henning. O americano Hunter Kemper, ontem quarto, venceu a Taça do Mundo.

tags:
publicado por paulozananar às 15:08
link do post | comentar | favorito

Desporto - FUTEBOL - CAF: Manuel José eleito treinador do ano e repete glória junto ao Nilo

undefinedO português Manuel José foi eleito como melhor treinador a actuar em África, durante a gala da Confederação Africana de Futebol (CAF), que também escolheu para melhor jogador africano o costa-marfinense Didier Drogba, do Chelsea.

Era esperada, nesta festa do futebol africano, realizada em Accra, a escolha do técnico português, que tem levado o Al Ahly, do Egipto, a uma série de vários sucessos, tanto a nível local como nas competições continentais.

O Al Ahly foi também esperado ganhador na categoria de clube e coloca três elementos na selecção ideal do ano de 2006.

Drogba, o artilheiro do Chelsea, sucede ao camaronês Samuel Eto'o, do Barcelona, vencedor nos três anos anteriores, levando pela primeira vez o troféu para a Costa do Marfim.

A dez dias de completar 29 anos, Drogba está no pico da sua carreira como jogador, tendo sido peça fulcral no sucesso dos ingleses do Chelsea, clube campeão de Inglaterra nas duas últimas épocas.

O poderoso costa-marfinense - 1,88 metros e 75 kg - chegou a Londres em Julho de 2004, depois de sete épocas em França, onde alinhou sucessivamente ao serviço de Le Mans, Guingamp e Marselha.

Além das duas conquistas da Liga inglesa tem já duas Taças da Liga e uma Community Shield, pelo Chelsea, tendo chegado à final da taça UEFA com o Marselha.

Em 2006 foi pela sua selecção finalista derrotado na Taça Africana das Nações (CAN).

Drogba ganhou a uma concorrência de grande nível, sendo os outros dois finalistas Eto'o, mais uma vez, e o ganês Michael Essian, companheiro de Drogba no Chelsea.

O egípcio Mohamed Abou Treka, médio do Al Ahly, recebeu o prémio de melhor jogador nas competições africanas de clubes e o prémio para melhor selecção nacional foi para o Gana.

A Nigéria arrecadou dois prémios - melhor sub-23, para Taiwo Taye, do Marselha, e melhora jogadora, para Cynthia Uwak.

É o treinador com mais jogos na primeira divisão portuguesa (560), mas em Portugal faltou-lhe sempre subir o último degrau numa carreira preenchida o sucesso num grande clube ou na selecção.

Mais do que falta de oportunidade, Manuel José pode queixar-se do desacerto dos timings treinou o Sporting, por duas vezes na década de 80, numa época em que o clube de Alvalade era o aristocrata desacreditado do futebol português; entrou no Benfica, em 1996, quando o clube da Luz vivia a voragem dos primeiros anos de uma crise que só o último campeonato conseguiu estancar; chegou até a estar com os dois pés na selecção nacional depois do desastre português no Mundial 2002, mas uma cartada de última hora de Gilberto Madaíl para acalmar uma contestação generalizada fez cair por terra o pré-acordo em favor da contratação do campeão do mundo pelo Brasil, Luiz Felipe Scolari. A felicidade estava, afinal, mais a sul. Noutro continente. Manuel José encontrou-a no Al-Ahly, do Egipto, com o qual se sagrou este sábado campeão africano, pela segunda vez.

O Al-Ahly é o Real Madrid de África, como o treinador algarvio (nascido em Vila Real de Santo António, há 59 anos) se orgulha de salientar. Eleito o melhor clube africano do século XX, oferece a Manuel José uma condição que dificilmente poderia encontrar até em qualquer um dos três grandes portugueses. O excesso e a extravagância cultivados pela sociedade egípcia, que tem no futebol uma das suas maiores paixões, retribuem com juros ao técnico a grandeza que sempre lhe fugiu por entre os dedos em Portugal. Com cerca de 70% dos 16 milhões de habitantes do Egipto como adeptos do Al-Ahly, o ego de Manuel José é constantemente alimentado por banhos de afecto sempre que sai à rua. Uma vez, conta, chegou a estar meia hora retido no meio da estrada para dar autógrafos quando foi reconhecido por outro condutor. Por isso, prefere passar o tempo entre a sede do clube e o 20.º andar do luxuoso Hotel Marriott, onde vive com a mulher Eugénia num quarto com vista sobre o Nilo.

A popularidade do técnico responde directamente ao ritmo dos resultados que Manuel José apresenta. E o português tem justificado largamente o estatuto. Já o fizera em 2001, aquando da sua primeira passagem pelo Cairo, quando conquistou a sua primeira Liga dos Campeões africana com o Al-Ahly. Este ano repetiu o feito e construiu números impressionantes. Com a vitória (3-0) sobre os tunisinos do Etoile du Sahel, na segunda mão da final, são já 52 jogos consecutivos sem conhecer a derrota, apagando os registos do anterior campeão egípcio, o Zamalek treinado por outro português, Nelo Vingada (actualmente treina a Académica), que também chegara ao fim do campeonato sem perder um jogo. A rivalidade entre os dois clubes do Cairo é assim uma espécie de Sporting-Benfica elevado à potência. E Manuel José voltou a fazer pender a balança para o prato do Al-Ahly - com este título de campeão africano, o quarto, desafia a superioridade do Zamalek na prova (5 vitórias).

O técnico operário, produto da comunidade piscatória algarvia, viu abrirem-se-lhe no Egipto as portas da aristocracia. E por isso não surpreende quando afirma que não será fácil abandonar o Cairo nos próximos tempos. Em Portugal, o barómetro do seu sucesso ficou pela média burguesia portuense, onde no início da década de 90 lançou as sementes de um "Boavistão" que viria a consagrar-se na viragem do século. Mas construiu sempre, ao longo de mais de 20 anos e 10 clubes de carreira, um personagem de tons fortes e discurso frontal no futebol português. É o treinador dos 7-1 do Sporting ao Benfica, o mentor das várias noites europeias de um Estádio do Bessa que fez tombar vários grandes europeus e popularizou as camisolas esquisitas do xadrez, o destemido que prometeu um Benfica à Benfica em mês e meio quando entrou na Luz, o guerreiro que se insurgiu contra o "Tarzan" Mourinho que o substituiria em Leiria, o táctico que melhor usou o esquema de três centrais no futebol português.

A consagração obteve-a nas seculares margens do Nilo. Manuel José vai ser o único treinador português presente no próximo Mundial de Clubes, no Japão, de 11 a 18 de Dezembro.
 

Diário Digital / Lusa e rui frias em www.dn.sapo.pt

tags:
publicado por paulozananar às 14:40
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2007

Desporto - VOLEIBOL - I Fórum de Voleibol - Bernardo Rezende marca presença na Lusófona

Sob o tema Brasil: O melhor Voleibol do Mundo, estará na Lusófona de 26 a 28 de Abril o melhor técnico Mundial de Voleibol da actualidade, nada mais nada menos que Bernardo Rezende, treinador campeão Mundial, Olímpico e vencedor da Liga Mundial. Presentes estarão também os campeões mundiais dos escalões juniores e cadetes brasileiros, Marcos Lerbach e Percy Oncken, treinadores das Selecções Brasileiras. Miguel Maia é também um dos nomes apresentados pela organização que irá abordar temas associados ao Método Brasileiro e à formação e treino de distribuidores.

Esta acção está já a causar grande impacto na vizinha Espanha e noutros países da Europa como Polónia, onde alguns técnicos pretendem estar com Bernardinho pessoalmente. Sem dúvida um monento muito alto para o Voleibol da Lusófona que assim demonstra toda a sua força actual nos projectos de Voleibol.

tags:
publicado por paulozananar às 02:37
link do post | comentar | favorito

Desporto - VOLEIBOL - Divisão A2 Masculina - Tempero caseiro

A 20.ª jornada da divisão A2 masculina saldou-se por um domínio avassalador das equipas que jogaram em casa. Todos os cinco jogos realizados terminaram, invariavelmente, com a vitória dos anfitriões por 3-0.

A vitória do Fiães sobre o Gondomar vale a manutenção da liderança isolada à equipa nortenha, enquanto o Aliança mantém a perseguição ao vencer o Centro Volei.

Destaque ainda para a quinta vitória consecutiva, agora sobre o Gueifães, permitindo a ultrapassagem ao adversário do fim-de-semana. Os minhotos são agora quartos.

Fonte: O Jogo   in www.sapo.pt

tags:
publicado por paulozananar às 02:33
link do post | comentar | favorito

Desporto - Andebol - No Sporting José Tomaz mantém sonho de voltar a ser campeão

No regresso de José Tomaz ao Sporting, o treinador que, em 2000/01, devolveu o título de campeão nacional aos leões, que lhes escapava há 15 anos, tendo ainda ganho a Taça de Portugal e a Supertaça referente à mesma temporada, as coisas não estão a correr pelo melhor e a equipa leonina está em risco de não se apurar para o play-off.

Neste momento os leões ocupam a oitava posição, a última a dar acesso à disputa do título, mas com o Sporting da Horta a apenas três pontos de distância.

Para além disso, não ganham há três jornadas - derrotas com o FC Porto (casa), Belenenses (fora) e ABC (casa) - , num total de nove desaires na Liga Halcon e, como se não bastasse, o que falta jogar é de elevado grau de dificuldade.

Mas se por um lado José Tomaz está consciente de mau momento e das dificuldades que estão para vir, por outro recusa-se a desistir.

"Este percurso tem sido difícil. Sabíamos que íamos ter muitas dificuldades mas acreditávamos que conseguiríamos superá-las. Esta temporada é o começo de algo que queremos seja bom para o Sporting. Claro que as coisas estão muito difíceis, mas se não acreditasse... Sabemos que é difícil, mas vamos lutar".

"Porque mesmo sabendo que estamos dentro do play-off, sabemos também que temos de voltar a ganhar para continuar a estar. Nesta altura as pessoas têm de se unir perante as dificuldades para as ultrapassar. É evidente que estamos tristes, pois aqui toda a gente é ganhadora e está num clube que tem uma história forte no andebol".

O técnico, que em entrevista a O JOGO no início da época se assumiu sportinguista do coração, garante que a equipa "continua a trabalhar com a intensidade e o entusiasmo de sempre", muito embora "os resultados não estejam a aparecer", o que, refere, " cria uma bola de neve que dá alguma intranquilidade, que se vem manifestando nos resultados".
 
Estar no topo na... realidade
Após o ciclo de três anos em que o espanhol Fran Teixeira esteve à frente da equipa, tendo ganho dois títulos mas do escalão secundário (Elite) e duas Taças de Portugal, numa fase em que os leões autoarredaram-se da principal competição nacional, José Tomaz regressou, mas construiu a equipa já muito em cima da hora, após um processo demorado e que criou dificuldades extra.

E a verdade é que do sete titular da temporada passada apenas Pedro Gama se manteve no plantel. Ou seja, houve toda uma "revolução" que está a reflectir-se no arranque desta nova etapa.

"O plantel do Sporting é limitado e depois basta haver um ou duas lesões e tudo se complica", diz Tomaz, referindo-se a uma equipa que teve ainda de suportar o erro de casting na contratação de Davorin Ljubisic, que cedo saiu do clube e só algumas semanas depois viu a sua vaga ocupada, por Kamil Heinz.

"O Sporting quer ter um orçamento dentro da realidade e com ele construir uma boa equipa. Já temos uma base de jogadores", recorda José Tomaz, também apostado, de facto, no cumprimento: "Queremos ter êxito, mas com orçamentos sustentáveis, em que os jogadores sintam que se cumpre com eles. Queremos criar condições para estar no topo do andebol, mas dentro da realidade".

A concluir, e depois de lembrar uma velha máxima - "às vezes vale a pena dar um passar atrás para depois dar dois à frente" - , o técnico leonino não esconde o seu desejo: "Sonho devolver o título ao Sporting e não vamos desistir". Palavra de leão.

Fonte: O Jogo       in www.sapo.pt

tags:
publicado por paulozananar às 02:00
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Desporto - Vela: Álvaro M...

. Desporto - Salto comprime...

. Desporto - Europeu de 200...

. Desporto - Meeting de She...

. Desporto - Râguebi - No U...

. Desporto Motorizado - CNR...

. Desporto - ATLETISMO - Va...

. Desporto - FUTEBOL - CAF:...

. Desporto - VOLEIBOL - I F...

. Desporto - VOLEIBOL - Div...

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. curiosidades

. desporto

. desporto motorizado

. desportos motorizados

. escola

. importante

. informação

. nutrição

. ralis

. saúde

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds