Terça-feira, 4 de Março de 2008

Desporto Motorizado - Forte aviso à "navegação

Já no final da temporada de 2007, do Nacional de Ralis, se tinha notado uma acentuada quebra dos inscritos, optando a FPAK, este ano, por alguma estabilidade regulamentar.

Em 2008 não foi preciso esperar pela segunda metade da temporada, já que a prova de abertura, o Rali Torrié, apresenta 27 inscritos, com alguma possibilidade (infelizmente) de ainda vir a descrescer.

Em 2006, o Rali Casino da Póvoa tinha 65 inscritos, contra os 51 da temporada passada (quando já se chamava Torrié), não ultrapassando este ano os 27 inscritos.

Sem grandes novidades

Não se pode dizer que a Lista de Inscritos tenha grandes novidades. Mais de 93% dos participantes tiveram os seus projectos divulgados no Site dos Campeões. As excepções são a presença de Adruzilo Lopes ao volante de um Subaru Impreza WRX, quando se esperava que o fizesse com um Renault Clio R3, e os pilotos locais e esporádicos Ricardo Marques, José Vieira e José Castro.

No Challenge C2 apenas 8 equipas vão iniciar a temporada, registando-se a entrada de Isaac Portela como novidade.

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 18:59
link do post | comentar | favorito

Desporto Motorizado - Ruivo aposta no Open

Depois do excelente resultado do Rali Montelongo, que venceu, João Ruivo ficou ainda mais indeciso quanto ao rumo da sua carreira nos ralis, ficando por saber se continuava no Open ou se se mudava para o Campeonato de Portugal de Ralis.

Contudo, a equipa acaba de confirmar a presença de João Ruivo no Campeonato Open de Ralis 2008. “De facto, e depois de falar com os meus patrocinadores, a decisão foi mesmo continuar a disputar o Open de Ralis, apesar de ter outros projectos em análise. Neste momento, tenho uma vitória e estou convencido que é possível obter mais, apesar de saber que a tarefa é complicada”, adianta o líder do Campeonato.

Contando com Alberto Silva como navegador e com o Fiat Stilo Multijet, João Ruivo encara mais uma presença no Campeonato Open de Ralis com naturalidade, pois é uma competição que já conhece bem desde o ano passado: “Este será o meu segundo ano e conheço bem aquilo que vou encontrar. A decisão de continuar foi também baseada no sucesso que Open de Ralis está a ter, bem como divulgação e retorno para os nossos patrocinadores, sempre muito importantes. Agora, só espero que as coisas corram bem e que possamos no final da temporada festejar”, explica ainda o actual líder do Campeonato Open de Ralis 2008.

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 18:56
link do post | comentar | favorito

Desporto Motorizado - Pedro Fins prepara época

Pedro Fins concluiu já os testes de preparação para nova temporada do Campeonato de Portugal de Ralis que começa nos próximos dias 7 e 8 de Março com o Rali Torrié.

A equipa deslocou-se para a zona de Fafe, onde duas sessões de teste permitiram ao piloto adaptar-se às novas suspensões de terra do Citroën C2 R2, para além de ganhar ritmo de competição, pois não conduzia o carro francês deste Setembro passado. Pedro Fins rodou também com Duarte Costa, que será seu navegador no Torrié e Filipe Martins, com quem fará as restantes provas do Campeonato. 

As condições atmosféricas encontradas, permitiram à equipa encontrar as melhores afinações tanto para piso de terra seco, como para terra húmida, contando sempre com a experiência de Artur Bastos da Bastos Sport.

No final das sessões de teste, houve também direito a vários co-drives ao lado de Pedro Fins e mesmo a alguns baptismos de rali para as várias pessoas presentes. 

Com o apoio da Reebok, Rambaxi, Solinca e Industrial Net, fica marcado novo encontro com a Pedro Fins Racing Team para o Rali Torrié, onde o piloto de Viana do Castelo promete mostrar a sua habitual rapidez.

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 18:51
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008

Desporto Motorizado - Ralis - Dificuldades extra

Já se disputou o Shakedown e a Super-Especial de abertura do Rali da Suécia, com a constatação de apesar da neve a lama poderá aparecer em grandes quantidades nesta prova.

"O ‘shake-down’ foi efectuado em condições atípicas para esta prova. As previsões indicam que se irá manter assim ao longo do fim-de-semana, pelo que vamos ter que nos habituar à muita lama em prol da neve”, referiu Armindo Araújo.

No Shakedown Armindo Araújo fez o 3º melhor tempo (1m16,9s) dos concorrentes da PWRC, seguindo-se a Hanninen (1m14,5s) e a Sandell (1m15,7s), enquanto Bernardo Sousa fez um tempo muito superior (1m20,2s).

Na Super-Especial de Karlstad, ganha por Petter Solberg à geral, Armindo Araújo fez o 5º tempo na PWRC, fazendo mais 2,3 segundos que Uwe Nittel, enquanto Bernardo Sousa fez o 18º registo com mais 6,5 segundos.

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 14:25
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008

Desporto Motorizado - Rali: video onboard Colin Mcrae

Para quem gosta deste desporto motorizado, está aqui explícito a categoria deste piloto. um verdadeiro mestre, em que a estrada tem de ser toda aproveitada, às vezes até demais...embora neste troço de classificação não seja o caso.

Quem não gosta clique em baixo e vai ver o que é estar dentro dum carro de ralis, e o que lá se passa.

 

Aproveitem e divirtam-se nesta verdadeira aventura.

"http://www.motorsportmad.com/flvplayer.swf?file=http://www.motorsportmad.com/flvideo/3177.flv&showfsbutton=true"

 

 

in www.ralis.online.pt

por www.motorsportmad.com

publicado por paulozananar às 11:42
link do post | comentar | favorito

Desporto Motorizado - Ralis: O Campeonato Open de Ralis vai ter em 2008 mais uma novidade

Com a introdução no calendário do Rali de Arganil, que irá substituir o Rali de Góis, embora se mantenha o mesmo clube organizador.

Aquela que será a primeira prova de terra do Open de 2008, a realizar dia 17 de Maio, com a responsabilidade organizativa a pertencer ao Clube Automóvel do Centro, está neste momento a ser estruturada no terreno.

O pouco apoio dado pela autarquia de Góis, levou o CAC a optar por outras soluções, regressando a um terreno que bem conhece, embora só para a próxima semana é que clube a a autarquia de Arganil assinam o protocolo.

Assim, para além do Rali Sentir Penafiel, também o Rali de Arganil constitui uma excelente novidade no Open para 2008, e um incentivo para quem sempre teve o sonho de correr nos "míticos" troços daquela região.

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 11:26
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

Desporto Motorizado - S2000 em Portugal

Nos últimos anos têm aparecido na internet muitos "sites" e "blog´s" sobre ralis escritos em português, embora poucos se tenham destacado.

Porém, um deles merece destaque, não só pelo excelente trabalho do seu autor (João Costa), que decidiu desenvolver uma interessante base de dados sobre os S2000 que já correram em Portugal até ao momento, mas também pelo enorme trabalho de pesquisa que é da sua autoria.

Mais do que as palavras o melhor mesmo é fazer uma visita a este site em: http://s2000emportugal.no.sapo.pt/index.htm

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 16:34
link do post | comentar | favorito

Desporto Motorizado - Projecto e opiniões

O Áustriaco Raimund Raimund Baumschlager, duas vezes campeão de ralis do seu país, é actualmente o dono da BRR (Baumschlager Rallye & Racing), sendo a estrutura responsável pelo programa de ralis da Red Bull.

Já em 2007 esteve presente no Mundial de Produção, com Andreas Aigner, que em 2008 volta a estar presente neste campeonato, agora com Bernardo Sousa como seu colega de equipa.

Para além das seis provas do PWRC que foram defenidas pela equipa, Aigner estará ainda presente no Rali da Finlândia e no Rali de Portugal, enquanto Bernardo Sousa, correrá por esta equipa o Rali de Portugal e o Rali Vinho Madeira.

Segundo Baumschlager "é uma enorme satisfação continuar com este projecto no PWRC, agora com dois carros. O Aigner poderá dar continuidade à sua evolução, enquanto o Bernardo Sousa me surpreendeu bastante no Rali de Portugal de 2007, sendo um diamante em bruto por lapidar. Em 2008 vamos estar tecnicamente mais preparados, podendo oferecer a qualquer dos pilotos as melhores condições para competirem".

Mais informação sobre a equipa em www.redbullrallye.com e www.brr.at.

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 16:31
link do post | comentar | favorito

Desporto Motorizado - 35 anos de carreira

Sérgio Paiva iniciou-se nas lides desportivas a 13 de Janeiro de 1973!

É exactamente por isso, que no próximo dia 19, Sábado, o conhecido navegador vai comemorar 35 anos de carreira. A ideia é juntar na mesma sala todos (ou a maior parte possível) dos companheiros (vivos), que compartilharam com ele o habitáculo naqueles dias de competição: Pilotos e Navegadores. Obviamente que todos os amigos também estão convidados.

A festa vai ser no IKE, Indoor Karting de Espinho, Zona Industrial no Sul de Espinho, junto à passagem de nível (desactivada) da Linha do Vouga, perto  da Tourada.

O convívio começará a partir das 17 horas, com umas corridinhas de Karts, para aquecer. Pelas 20h30m servir-se-á o Jantar, com distribuição de lembranças, culminando com Discoteca, com Bar Aberto! Tudo no mesmo Complexo.

Os interessados em participar neste evento devem fazer o contacto pelo email oktavyojose@hotmail.com, ou pelo Tel. 914912918 até dia 17, visto que o espaço é limitado! O preço (Tudo Incluído) é de 40 euros.

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 16:29
link do post | comentar | favorito

Desporto Motorizado - Bravo é o diesel que se segue

O "mano a mano" entre Fiat Stilo Multijet e Seat Ibiza TDi vai conhecer durante o decorrer da temporada de 2008 novos protagonistas.

Se as marcas se mantêm, o mesmo não se pode dizer dos modelos que irão sustentar as novas apostas (semi-privadas) da Fiat e da Seat.

No caso da equipa de Francisco Barros Leite, já é por demais conhecido o seu projecto para 2008, com a passagem do Ibiza TDi para o mais actual Leon TDi a meio da temporada.

No caso da Integra Support, equipa que prepara e assiste o Fiat Stilo Multijet de Pedro Leal, a perspectiva "é de que nunca antes do fim da fase de terra do Campeonato de Portugal de Ralis deixaremos de utilizar o Stilo", refere Nuno Pires, que adianta que "o passo mais lógico a seguir ao Stilo será obviamente o novo Bravo".

Quer isto dizer que a passagem do Stilo para o actual Fiat Bravo, também a diesel, só acontecerá na fase de asfalto do Campeonato de Portugal de Ralis.

 

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 16:25
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

Desporto Motorizado - Rali Casinos do Algarve -Peugeot conquista Título Nacional de Marcas

 Se Bruno Magalhães (Peugeot 207 S2000) terminou a temporada como a havia começado, ou seja a vencer, quinta vitória da sua carreira e 43.ª da marca, a Peugeot teve de esperar pela derradeira prova para garantir a conquista do título de marcas, o quarto da sua história (1997, 2001, 2002 e 2007), o que a coloca a um campeonato da Ford que já averbou cinco ceptros nacionais.
Para garantir a conquista do Campeonato de Marcas, a marca francesa não poupou esforços e contou, para esta derradeira prova com a presença de Stéphane Sarrazin, vencedor, com Pedro Lamy, que conduziu o carro “0”, da Le Mans Séries, que já foi piloto da Subaru no Campeonato do Mundo.
Por isso, foi sem surpresa que a marca do leão garantiu a “dobradinha” e o título, com Bruno Magalhães, que assumiu o comando logo na segunda especial, depois do francês ter sido o mais rápido na Super Especial, realizada nas ruas de Portimão, na sexta-feira à noite, a afirmar que «andámos muito depressa, para alcançarmos o nosso objectivo que era o da conquista do título nacional de marcas».
Já Stéphane Sarrazin confessava que «estou muito contente por ter ajudado a Peugeot a atingir o seu objectivo e só foi pena que na parte final tivesse tido alguns problemas, que faziam com que o motor, de vez em quando, deixasse de funcionar, o que acabou por reflectir-se nos tempos».
Tranquilamente, José Pedro Fontes (Fiat Punto S2000) ocupou o derradeiro lugar do pódio, com o piloto a considerar que «sabíamos que não podíamos ir mais além, tanto mais que, ontem, tivemos de trocar de motor, mas estamos contentes por termos conseguido o nosso objectivo, que era o de garantir o segundo lugar do campeonato, numa prova em que tive um novo navegador (Paulo Fiúza), o que obrigou a uma fase de adaptação e só tenho pena que o “Fana” não esteja, aqui, para festejar connosco».
Se atrás dos S2000, que dominaram a temporada, começou por instalar-se Bernardo Sousa (Mitsubishi Lancer IX) a verdade é que o jovem madeirense, uma das revelações da época, desistiu logo a seguir, em consequência de um despiste, deixando o quarto lugar nas mãos de Mex Machado Santos (Mitsubishi Lancer IX).
Só que logo a seguir, Mex Machado Santos ficava com a caixa bloqueada em terceira, perdia tempo nas classificativas, penalizava sete minutos (1.10 em termos de classificação), e acabaria por abandonar na derradeira especial, em consequência de um despiste, o que colocava Vítor Pascoal (Subaru Impreza) na quarta posição.
Só que como o piloto fez questão de referir «um furo na primeira especial da tarde e o ter de parar, na segunda, por causa de um rebanho de ovelhas, algo que nunca me tinha acontecido», relegaram o piloto para o oitavo lugar da geral, o que permitiu a Fernando Peres (Mitsubishi Lancer IX) terminar na quarta posição.
Apesar disso, Fernando Peres não estava contente «porque o motor aqueceu ao longo de toda a prova, o que implicou perda de rendimento, pelo que nunca estivemos em posição de discutir a classificação, que acabou por ser a possível, em função das incidências da prova».
Graças a um “forcing” final, Pedro Meireles (Subaru Impreza) assegurou o quinto lugar, aquele que visava desde o início da prova, suplantando Pedro Leal (Fiat Stilo Multijet) que venceu o Grupo de Turismo.
Para o piloto do carro italiano, «o melhor deste ano é saber que, para o ano estaremos cá de novo, independentemente do carro a utilizar, o que para mim é una novidade. Penso que merecíamos ter sido campeões, mas os regulamentos não o permitiram, com esta prova a correr bem, embora tenha ficado desapontado por não ter conseguido segurar o quinto lugar».
Depois de ter vencido o Agrupamento de Turismo, no Rali de Mortágua, que marcou o seu regresso às provas de estrada, Adruzilo Lopes (Renault Clio R3) garantiu o segundo lugar do Agrupamento, com o piloto a reconhecer que «o Leal evoluiu e desta vez não foi possível suplantá-lo, mas não quero deixar de dar os parabéns à equipa ARC, que fez um carro de grande qualidade».
Apesar dos problemas sentidos, Vítor Pascoal (Subaru Impreza) concluiu a prova na oitava posição, com o piloto a lamentar «a perca do segundo lugar do campeonato, mas quero agradecer à equipa pelo fabuloso trabalho desenvolvido, já que tivemos sempre um carro fiável, como o demonstra o facto de termos terminado todas as provas, algo que só o Vítor Calisto, também, conseguiu».
Com o terceiro lugar do Grupo A (nono da geral), Francisco Barros Leite (Seat Ibiza TDi) garantiu a conquista do respectivo título, com o piloto a considerar que «esta foi uma prova muito difícil, porque tínhamos de garantir a conquista do título, como veio a suceder e que constitui um prémio para toda a equipa».
Carlos Matos (Renault Clio S1600) fechou o «top ten», à frente de Paulo Antunes (Citroen C2) que dominou de principio a fim o troféu da marca francesa, o que lhe permitiu garantir a conquista do respectivo troféu.

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL – 1.º, Bruno Magalhães/Paulo Grave (Peugeot 207 S2000), 1.09.09,4; 2.º, Stéphane Sarrazin/Jacques Renucci (Peugeot 207 S2000), a 44,8 s.; 3.º, José Pedro Fontes/Paulo Fiúza (Fiat Punto S2000), a 3.10,8; 4.º, Fernando Peres/José Pedro Silva (Mitsubishi Lancer IX), a 4.13,5; 5.º, Pedro Meireles/Mário Castro (Subaru Impreza), a 5.11,6; 6.º, Pedro Leal/Redwan Cassano (Fiat Stilo Multijet), a 5.14,2; 7.º, Adruzilo Lopes/Jorge Henriques (Renault Clio R3), a 6.06,0; 8.º, Vítor Pascoal/Joaquim Duarte (Subaru Impreza), a 6.54,1; 9.º, Francisco Barros Leite/Luís Ramalho (Seat Ibiza TDi), a 7.14,3; 10.º, Carlos Matos/Duarte Oliveira (Renault Clio S1600), a 7.51,1.

in http://www.cnralis.com

CNR PRESS RELEASE

publicado por paulozananar às 14:25
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

Desporto Motorizado - Um português na equipa "Quero ser piloto Dunlop"

 André Filipe Pardal (Sintra¿Portugal,) Anchel Echegoyen (Saragoça), Alfonso Arbeteta (Madrid) e Pablo Cañoto (Lugo) foram os vencedores do Programa Quero Ser Piloto da Dunlop
Com um total de 2.600 inscritos em Portugal e 9.000 inscritos em Espanha, só 40 participantes (10 de Portugal e 30 de Espanha) tiveram a oportunidade de participar nas provas finais, nas quais foi possível comprovar o nível de condução e as aptidões de cada um dos finalistas.
Sem dúvida que o objectivo dos participantes na final era claro: integrar a equipa Dunlop QSP, na corrida de resistência dos 1.000 kms de Jarama. A organização, que integrava elementos do Real Automóvil Club de España (RACE), Dunlop, revista Automóvil e Hyundai, acompanhou o desempenho dos finalistas, ao longo das sete provas programadas, que permitiram apreciar detalhes tão importantes como a aceleração, travagem, trajectórias, comportamento em pista molhada e, por fim, uma prova cronometrada ao longo dos 3,404 kms do perímetro do Circuito de Jarama.
A esta derradeira prova chegaram sete participantes, que mostraram um nível muito idêntico, o que tornou extremamente difícil a selecção final. Depois da deliberação do júri, André Filipe Pardal (Sintra¿Portugal), Anchel Echegoyen (Saragoça), Alfonso Arbeteta (Madrid) e Pablo Cañoto (Lugo) tornaram-se nos elementos da equipa Quero Ser Piloto Turismo 2007, um sonho que se tornará realidade nos próximos dias 15 e 16 de Dezembro, quando participarem, ao volante de um flamejante Hyundai Coupé, nos 1.000 kms de Jarama. César Herrero (Múrcia) será o piloto de reserva da equipa.

Uma selecção final exemplar e divertida
No final do dia, os quatro vencedores não escondiam a sua satisfação, por terem sido escolhidos, com todos eles a considerarem fantástica a oportunidade que tiveram de serem pilotos oficiais, por um dia, numa competição de primeiro nível.
Boas noticias para a representação portuguesa no Programa QSP Turismo 2007, já que um dos 10 participantes, que estiveram presentes na selecção final, André Filipe Pardal, de Sintra, garantiu um dos lugares entre os eleitos: "Não posso estar mais contente. Foi um dia muito completo e tentei fazer as provas o melhor possível. Ao final da manhã pensava que tinha de ir para casa, mas, felizmente, não foi assim. Espero que a minha contribuição seja positiva para a equipa."
Anchel Echegoyen (Saragoça), assegurava ter vivido "uma experiência extraordinária. Ficou comprovado, desde a primeira prova, o alto nível que havia e, sinceramente, nunca pensei chegar até à final e muito menos ser um dos pilotos escolhidos".
Por sua vez, Alfonso Arbeteta (Madrid) agradecia "o bom trabalho da organização, já que nos colocou perante provas muito interessantes e divertidas. Agora, é altura de pensar na nossa participação nos 1.000 kms de Jarama, uma prova em que já participei por duas vezes, ainda que, desta vez, tudo seja diferente já que temos todos os meios à nossa disposição graças à Dunlop".
Por último, Pablo Cañoto comentava que "vim para me divertir e assim foi. O ambiente foi sempre muito bom. Fiz umas provas melhor, outras pior, mas o importante é, no final, poder estar nos 1.000 kms de Jarama com a equipa Dunlop. Vai ser uma bela experiência e espero que seja possível terminar a corrida."
Com a escolha dos quatro vencedores do Programa Quero Ser Piloto Turismo 2007, a Dunlop dá por encerrado o processo de selecção da sua primeira temporada para Portugal e quarta temporada para Espanha . Para a próxima edição, os interessados dispõem já de um formulário de pré-inscrição em
www.queroserpiloto.com

in www.sportmotores.com
por JAM com A.I.

 

publicado por paulozananar às 13:26
link do post | comentar | favorito

Desporto Motorizado - Ralis - Open - Vila Real: Peres vence e adia decisão do titulo

 Pedro Peres e Tiago Ferreira chegaram ao Rali de Vila Real com a missão de tentarem vencer e adiar para a última prova da temporada, o Rali de Gondomar, a decisão do título do Campeonato Open de Ralis. Após duas desistências consecutivas, Loulé e Murça, devido a problemas mecânicos no Ford Escort Cosworth a equipa da Peres Competições fez como devia o trabalho de casa como e surgiu na Região Transmontana com uma dose de confiança bastante elevada. Da expectativa à prática nada mudou pois Pedro Peres venceu as quatro especiais de classificação e deixou o seu principal adversário a mais de um minuto de distância. Com a pontuação máxima conseguida em Vila Real, Pedro Peres precisa agora de vencer ou terminar em segundo caso Luís Mota não seja o vencedor.
Numa prova marcada pela dureza dos pisos acabou por ser um erro nas notas que logo na primeira especial de classificação acabaria por ditar uma margem temporal entre Pedro Peres e Luís Mota. O piloto do Mitsubishi Lancer cometeu um erro numa devido a uma nota mal tirada e perdeu logo aí mais de trinta segundos para vencedor da classificativa. Depois e com Peres a imprimir um ritmo muitíssimo forte, Luís Mota mais não fez que segurar a segunda posição da geral, que o coloca ainda assim na liderança do campeonato. "Vamos ter luta até ao fim. Lá estaremos em Gondomar", comentou na chegada o piloto do Cartaxo.
Se na discussão da primeira posição quase nada mudou na prova do Clube Automóvel de Vila Real, o mesmo não se poderá dizer da discussão pelos restantes lugares da classificação. Octávio Nogueira conseguiu finalmente terminar uma prova em pisos de terra e fê-lo logo no terceiro posto da geral depois de um rali isento de problemas. O piloto do Citroen Saxo Kit-Car esteve em grande nível e segurou com «unhas e dentes» o ultimo lugar do pódio que por muito pouco não foi ocupado pelo piloto do Fiat Stilo Multijet. João Ruivo furou na segunda especial de classificação, perdeu imenso tempo mas ainda conseguiu recuperar algumas posições, as suficientes para garantir desde já a vitória absoluta na categoria I.
Vencedor saiu também de Vila Real a dupla Vítor Santos/Filipe Carvalho que terminou no quinto posto da geral e somou o número de pontos suficientes para conquistar o título no Troféu Regional de Ralis - Douro. A dupla do Ford Sierra Cosworth foi a terceira classificada entre as viaturas VSH e fez então a festa na última prova da temporada pontuável para este Troféu. Festa fez também Isaac Portela e Saul Campanário que em dia de consagração garantiu antecipadamente o título absoluto no Campeonato Nacional FPAK Júnior de Ralis. A dupla do Peugeot 206 Gti nem fez uma prova de encher o olho mas a suficiente para vencer uma vez mais e dar por terminada a discussão do campeonato.
Miguel Monteiro regressou à competição com o seu habitual Ford Fiesta e conseguiu o sexto posto da geral depois de uma prova que serviu para se divertir e fazer aquilo que afinal tanto gosta. O pequeno carro inglês mostrou que é uma boa aposta para este tipo de terreno e Miguel Monteiro parece não ter perdido ritmo competitivo durante a ausência. António Pimenta foi o oitavo classificado na frente de Nuno Almeida e Pedro Baptista que completaram a lista dos dez primeiros da geral.

Classificação Final:
1º Pedro Peres/Tiago Ferreira - Ford Escort Cosworth - 39m14,5s
2º Luís Mota/Ricardo Domingos - Mits. Lancer Evo IV - a 1m01.1s
3º Octávio Nogueira/Luís Pinto - Citroen Saxo Kit-Car - a 2m11.1s
4º João Ruivo/Alberto Silva - Fiat Stilo Multijet - a 2m18.6s
5º Vítor Santos/Filipe Carvalho - Ford Sierra Cosworth - a 2m46.2s
6º Miguel Monteiro/Paulo Monteiro - Ford Fiesta - a 3m33.1s
7º Isaac Portela/Saul Campanário - Peugeot 206 Gti - a 4m25.5s
8º António Pimenta/Pedro Gabriel - Ford Escort Cosworth - a 4m29.1s
9º Nuno Almeida/Marco Macedo - Fiat Punto HGT - a 6m40.6s
10º Pedro Baptista/Armando Carvalho - Toyota Celica 4WD - a 8m02.3s
(...)

Classificação Campeonato 9/10:
1º Luis Mota - 152 Pontos
2º Pedro Peres - 134
3º João Ruivo - 103
4º Rui Azevedo - 85
5º Isaac Portela - 80
(...)

 

in www.sportmotores.com

por Nuno Castro

publicado por paulozananar às 13:01
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Novembro de 2007

Importante - “Corrida Pela Vida” proporcionou contacto com o karting

Image

Desta vez, o ponto de encontro para um grupo de crianças não foi o Instituto Português de Oncologia do Porto, mas sim o Kartódromo de Baltar... No âmbito do projecto “Corrida Pela Vida”, Luís Pedro Magalhães foi o anfitrião de um dia inesquecível, marcado pela boa disposição e um enorme entusiasmo.

Ao longo da sua curta, mas bem sucedida carreira, muitos foram os momentos de glória que viveu, mas quis o destino que os mais sentidos e gratificantes não fossem propriamente os muitos duelos  que venceu ao amigo Pedro Lamy, mas sim os vividos no âmbito do projecto “Corrida Pela Vida”.  

Durante meses, através do automobilismo – a sua paixão de sempre! – Luís Pedro Magalhães divulgou e sensibilizou a população em geral para uma das mais nobres causas das últimas décadas. Com as cores da Liga Portuguesa Contra o Cancro, o portuense voltou a subir aos lugares mais altos dos pódios, mas as maiores vitórias foram as inúmeras mensagens de apoio e de solidariedade que recebeu, mas sobretudo a consciência de que a sua mensagem de esperança chegou a milhares de pessoas. No entanto, apesar de todos os momentos estarem eternamente retidos na memória, há um que tem um significado ainda mais especial para Luís Pedro Magalhães: depois de concluído o calendário de participações, o piloto promoveu no Kartódromo de Baltar um dia de emoções fortes com um grupo de crianças. Crianças iguais a tantas outras, mas que o destino obriga a que sejam visita regular do Instituto Português de Oncologia do Porto. Sem conseguir disfarçar uma evidente emoção, Luís Pedro Magalhães confessa ter-se tratado de um dia único. Foi fantástico ver e sentir a alegria contagiante das crianças. Um dia de emoções fortes, pelos momentos vividos, mas também pelo exemplo de vida que representam. Eu senti uma enorme honra em proporcionar-lhes o contacto com o automobilismo, neste caso, através do acompanhamento de uma prova de karting, a verdadeira escola de qualquer piloto. Honestamente, senti-me mais pequeno do que eles, pela coragem e determinação com que, diariamente, vencem a doença e pelo entusiasmo com que assistiram às diversas fases da prova”. 

É o fim de um ciclo do projecto “Corrida Pela Vida”. Uma iniciativa de um Homem igual a tantos outros: jovem, saudável, fisicamente activo e não fumador, mas que aos 35 anos já se pode orgulhar de ter vencido uma batalha contra o cancro. Um exemplo de vida!

 

in www.pregoafundo.com

publicado por paulozananar às 12:47
link do post | comentar | favorito

Desporto Motorizado - Rali - Rali Irlanda é o palco da estreia do MG ZR S2000

Image

A próxima prova do Mundial de Ralis será marcada pela estreia, em pisos de asfalto, do MG ZR S2000. Esta será a segunda aparição do carro britânico, depois de ter disputado o Plains Rally, na Irlanda.

Quanto ao futuro, ainda não está confirmada a presença da MG no IRC, mas tudo indica que estará presente, em pelo menos, 4 provas.

in www.pregoafundo.com

publicado por paulozananar às 12:44
link do post | comentar | favorito

Desporto Motorizado - Ralis - Marbella de regresso em 2008

 Depois do anúncio do regresso dos Marbella aos ralis, por via da competição idealizada para 2008 por Jorge Pinto, foi grande a movimentação durante estes últimos dias, tentando, muitos dos pretensos interessados, receber mais informações.

Para participar no Troféu Fastbravo 2008, todos os pilotos terão que adquirir e montar o Kit (rollbar, protecção de cárter, autoblocante e raport mais curto, suspensões e algumas alterações no motor). Por isso quem tenha um Marbella do antigo troféu, não poderá utilizar os componentes desse carro, tendo que os substituir por os deste Kit para poder participação nesta competição.

A organização está também a pensar dar prémios monetários, por prova e no final da temporada, tudo dependendo dos patrocinadores angariados para esta competição.

Outra interessante novidade é que todos os que aderirem a esta competição, poderão fazer, antes do início de temporada. um curso de formação de pilotagem em ralis. "Será por assim dizer um troféu/escola, onde pretendemos que quem tenha pouca experiência vá para a primeira prova já com algumas noções básicas", refere Jorge Pinto.

Um dado importante, é que o Troféu Fastbravo 2008 para se realizar em 2008, terá que ter um mínimo de 15 inscritos, prevendo Jorge Pinto que a compra de um carro em segunda mão, mais o custo do Kit não chegue a ser superior a 6.000 Euros. "A ideia é que por 10.000 Euros se possa fazer uma temporada completa, incluíndo o carro e o Kit", refere o responsável por esta competição, que foi em 1991 o vencedor do troféu Marbella.

Refira-se, a título de curiosidade, que Luís Silva, Pedro Azeredo, Rui Madeira, Jorge Pinto e Diogo Couceiro foram os vencedores do troféu Marbella entre 1988 e 1992.

 

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 12:41
link do post | comentar | favorito

Desporto Motorizado - Ralis - "É uma grande oportunidade"

Depois da sua ligação à equipa Skoda, e mais recente a Ricardo Teodósio, Paulo Fiúza, tal como o Site dos Campeões anunciou em primeira mão, será o navegador que acompanhará José Pedro Fontes, no Rali Casinos do Algarve.

Segundo José Pedro Fontes, a decisão de optar por Paulo Fiúza não foi de todo difícil, "porque tenho acompanhado o trabalho dele e considero-o um grande profissional. Além disso, já existia um conhecimento prévio, quer comigo, quer com a equipa, o que é muito importante para que haja maior facilidade de comunicação e de trabalho em conjunto. Aproveito desde já para dar as boas vindas ao Paulo e tenho a certeza de que irá ser uma prova bem sucedida para todos nós".

Quando a Paulo Fiúza "esta é uma grande oportunidade”, comentou o navegador, explicando que “o convite surgiu através da ligação de amizade que já tinha, de há algum tempo, com o José Pedro Fontes e foi o resultado de uma determinada sequência de eventos. Quase parecia que o destino estava traçado”.

Ainda segundo o navegador, “andar num carro de topo e correr com uma equipa oficial chama sempre mais a atenção, o que é obviamente positivo para mim. Mas, de qualquer maneira, vou enfrentar este trabalho com a mesma tranquilidade e dedicação habitual no sentido de dar o meu melhor contributo”, assegurou Paulo Fiúza.

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 12:39
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Novembro de 2007

Desporto Motorizado - Dakar em Portugal em 2009 e 2011

De acordo com uma notícia públicada no “Jogo Online” o Dakar irá voltar a partir de Lisboa em 2009 e 2001. Pelo meio, ainda e sempre de acordo com a mesma fonte, a maratona africana partirá da…Hungria.

Ao que parece, João Lagos e a Lagos Sports já terão chegado a acordo com a Amaury Sport Organization (ASO), para a continuidade da prova entre nós. Por parte da Lagos Sports, não houve reacções a esta notícia, pois a prova só será apresentada oficialmente a 21 de Novembro, e será provável que a Lagos Sports pretenda reservar a informação para essa altura.

Entretetanto, O AutoSport sabe que da parte do governo português há abertura para apoiar este evento, e foi isso mesmo que nos confirmou Pedro Silva Pereira, Ministro da Presidência, há algum tempo atrás: «O governo português vê com bons olhos a permanência em Portugal da prova, pois sempre a considerámos importante ponto de vista mediático, pelo que tudo fará para que seja possível prolongar o contrato com a ASO.», referiu.


in www.autosport.clix.pt

por JLA

publicado por paulozananar às 14:40
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

Desporto Motorizado - Rali - Rali de Mortágua

Mesmo não forçando em demasia, Bruno Magalhães alcançou em Mortágua o seu primeiro título de Campeão Nacional de Ralis. Mais um jovem valor do nosso automobilismo que correspondeu com um título absoluto à aposta que a Peugeot fez nele.

Se já era relativamente fácil, a caminhada para o título ficou encurtada quando José Pedro Fontes se despistou, para já sem explicação oficial, na terceira especial de classificação, o que levou Bruno Magalhães a garantir o título por antecipação.

Interessante de seguir foi a luta pelo segundo lutar, com Mex Machado dos Santos a bater Fernando Peres, com os dois pilotos a nunca baixarem de ritmo ao longo de toda a prova. Cada vez mais confiante, a Mex Machado dos Santos só falta agora uma vitória absoluta, provando a aposta que a MCoutinho fez este ano.

Vitor pascoal teve um rali em que pensou essencialmente em se divertir, pois o seu Subaru está a anos luz dos Lancer Evo IX da concorrência. Mesmo assim, o piloto sai de Mortágua com hipóteses de discutir o vice-campeonato no Algarve.

Excelente regresso de Adruzilo Lopes na estreia do Renault Clio R3. O piloto ainda continua muito competitivo, pois quem sabe não esquece, mas deu também uma alegria especial à equipa ARC pela aposta que fez neste carro, que provou logo na sua primeira participação que pode ser competitivo.

Na luta entre os dois diesel, Pedro Leal levou a melhor desta vez, mas contou com a colaboração de Francisco Barros Leite mais interessado em cumprir o seu plano rumo ao título no Grupo A.

Novamente em alta esteve Paulo Antunes, que forçou sempre o ritmo até final do rali, venceu a F3 e mais importante ainda o Challenge C2. Contudo, o 9º lugar de Carlos Matos deixa-o muito perto de suceder a Bruno Magalhães no título de F3.

NOTAS

- Bruno Magalhães venceu todas as especiais em Mortágua, alcançando a vitória e o título de Campeão Nacional de uma forma simples mas muito merecida;
- José Pedro Fontes teve muitos azares nesta prova, desde o engano na super-especial, passando pelo furo no segundo troço para acabar com um violento despite frontal que deixou o Punto S2000 muto mal tratado
- Com o segundo lugar à mercê, Mex Machado dos Santos andou quase sempre depressa e muito concentrado de modo a não ser supreendido por Fernando Peres
- Na sua melhor prestação em ralis de asfalto, Fernando Peres subiu ao pódio, tendo pressionado bastante Mex embora não tenha chegado para subir ao 2º lugar
- Sem carro para acompanhar a concorrência, Vitor Pascoal aproveitou para dar algum espectáculo, tendo ainda hipótese de lutar pela vice-liderança do campeonato
- Quem sabe nunca esquece, como muito bem demonstrou Adruzilo Lopes na estreia competitiva e bem sucedida do Renault Clio R3, vencendo entre os carros de duas rodas motrizes
- Menos vigoroso do que é tradicional, Pedro Leal venceu entre os diesel, conseguiu dessa forma superar Francisco Barros Leite, também ele menos impetuoso do que é normal, mas a pensar nas contas dos título
- Paulo Antunes surpreendeu mais uma vez com o seu andamento, vencendo o Challenge C2 (depois de ter esmagado novamente a concorrência) bem como a F3;
- Com o 9º lugar Carlos Matos deu um importante passo rumo ao título na F3
- No Challenge C2, Paulo Antunes, Rodrigo Ferreira e Frederico Gomes partem para o Rali do Algarve com a vitória na mente o que lhes dará o título nesta competição

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 16:39
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Outubro de 2007

Desporto Motorizado - Boa prestação de Armindo

 Armindo Araújo fez uma boa primeira etapa no Rali do Japão, estando no final do dia classificado no 3º lugar, logo a seguir a Nutahara e a Pozzo, com uma diferença pocuo superior a 1m10s.

Tal como na Nova Zelândia, um problema no diferencial traseiro na 4ª especial, fez o piloto perder quase 1 minuto, mas depois de reparado o problema Armindo voltou ao seu ritmo.

Na primeira passagem pelos troços fomos mais cautelosos e na SS4 partimos novamente o diferencial traseiro e tivemos que fazer o resto da especial só com tracção dianteira. Após trocarmos o diferencial na assistência, e apesar de ter começado a chover muito, atacámos forte e conseguimos sempre melhores classificações nos sectores selectivos”, começou por explicar Armindo Araújo, adiantando que quer “atacar forte e conseguir subir uma posição no PWRC".

Em termos desportivos, Armindo Araújo rodou consistentemente entre o 6º e 9º lugar da classificação do PWRC, mas na 7ª especial de classificação, verificou-se uma grande reviravolta na classificação que o colocou no 3º lugar.

Muito atrasados, a partir desse momento, ficaram Flodin (que foi líder durante muito tempo), Arai e Haninen, pelo que os principais adversários de Armindo Araújo, em termos de rapidez já estão muito atrasados.

in www.ralis.online.pt

publicado por paulozananar às 13:03
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Desporto Motorizado - Fo...

. Desporto Motorizado - Ru...

. Desporto Motorizado - Ped...

. Desporto Motorizado - Ral...

. Desporto Motorizado - Ral...

. Desporto Motorizado - Ral...

. Desporto Motorizado - S20...

. Desporto Motorizado - Pro...

. Desporto Motorizado - 35 ...

. Desporto Motorizado - Bra...

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. curiosidades

. desporto

. desporto motorizado

. desportos motorizados

. escola

. importante

. informação

. nutrição

. ralis

. saúde

. todas as tags

.links

Online Casino
Slot Machines
Como está o Blog?
Melhor
Igual
Pior
Interessante
Pode melhorar
Não tenho opinião
  
Free polls from Pollhost.com
blogs SAPO

.subscrever feeds